África Subsaariana

Guiné-Conacri: Residência de Sidya Touré atacada por homens armados

Impedido de deixar a Guiné-Conacri na última quarta-feira, Sidya Touré foi alvo de um ataque armado contra a sua residência na sexta-feira. Os atacantes foram expulsos por um grupo de jovens próximos ao líder da União das Forças Republicanas (UFR).

“Foi por volta das 4 da manhã que notamos, após um corte de energia, carrinhas em frente ao pátio da residência. Alguns soldados armados, fardados, desceram de um dos veículos e procuraram o acesso ao pátio. Jovens que se mobilizaram fortemente na residência conseguiram repelir esse grupo de agressores”, explicou o chefe de comunicação digital da UFR.

Segundo Fodé Baldé, entre o corte de energia na região onde reside o presidente da UFR e a chegada dos homens fardados, ‘’mal demorou um minuto. Então, esse é um plano bem orquestrado”, apontou.

O responsável apontou que às 4 da manhã, “não é permitida a entrada de homens em fardados na casa de um cidadão, ainda mais para um dirigente político impedido de deixar o país. Certamente querem ameaçar a vida do presidente da UFR’’.

Baldé relatou também que vigilantes do UFR notaram que a presença de carrinhas em torno da casa particular de Sidya Touré.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo