África Subsaariana

Guiné-Conacri terá até ao final do 1º trimestre de 2021 as doses da vacina de Covid-19

Sakoba Kéita, Diretor da Agência Nacional de Segurança Sanitária (ANSS), anunciou que até ao final do 1º trimestre de 2021 a Guiné-Conacri terá as doses da vacina de Covid-19. As declarações foram feitas durante entrevista à rádio ‘Espace FM no programa “GG”’.

“De fato, o Banco Mundial na sua reunião de 13 de novembro mobilizou 13 mil milhões de dólares para os países que não conseguirem obter a vacina com seus próprios orçamentos. Portanto, a Guiné está entre os 92 países escolhidos. É por isso que aderimos à rede Gabi, que é a mobilizadora destes fundos e que deve ajudar os países a comprar este montante, mas também a transportá-los para os nossos países em condições adequadas. Existem outros parceiros da Gabi, claro, não só o Banco Mundial e a Gabi para mobilizar recursos”, explicou.

Segundo o Diretor Nacional da ANSS, “Há uma comissão técnica que foi montada na última quinta-feira e que está a trabalhar para que, caso cheguem as vacinas, já estejamos prontos para aplicação.”

“Apostamos em 20% da população guineense, cerca de 2.400.000 pessoas, mas esta dose não estará disponível de uma vez. O plano da Gabi é dar em etapas, parte em 2021 e parte em 2022 e estamos a negociar o valor inicial, mas com certeza será em 2021.”, indicou o responsável. “Esperamos que até o final do primeiro trimestre de 2021, poderemos receber algumas doses da vacina”, precisou.

De referir que, embora os países pobres, incluindo a Guiné, tenham esperado pelas vacinas até ao momento, os países ocidentais, como Rússia, Grã-Bretanha e China já começaram a vacinação.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo