África Subsaariana

Guiné-Conacri: UFDG divulga novos resultados das eleições presidenciais

O principal partido da oposição da Guiné-Conacri, União das Forças Democráticas da Guiné (UFDG) ainda não admitiu a derrota nas eleições presidenciais. A formação política liderada por Cellou Dalein Diallo, acaba de divulgar novos números para “atestar” que o seu candidato seria o “vencedor” da eleição de 18 de outubro de 2020.

Na sua argumentação, a UFDG demonstrou que aumentando o nível de participação, nomeadamente na Alta Guiné e reduzindo drasticamente o resultado da UFDG, especialmente na floresta, na Baixa Guiné e Conacri, as autoridades eleitorais aumentaram “artificialmente” os votos do RPG em 1.099.357 votos e reduziram os da UFDG em 567.000 votos.

Segundo o partido de Cellou Dalein Diallo, o aumento dos votos do candidato do RPG foi conseguido através da “falsificação da ata original” e ou pela “elaboração de nova ata”. A formação política alega que a redução de votos do candidato da UFDG foi obtida com a anulação dos laudos favoráveis ​​e, ou, falsificação dos laudos originais.

Segundo a UFDG, essas manipulações geralmente realizadas nas comissões administrativas de centralização do voto (CACV) permitiram aumentar os votos do candidato ao RPG para 2.438.815 votos nos resultados oficiais em vez dos 1.339.458 adquiridos nas urnas e resumir os votos do candidato da UFDG a 1.373.320 votos nos resultados oficiais em vez dos 1.840.533 adquiridos nas urnas”, segundo o partido de Dalein Diallo.

Classificado em segundo lugar, atrás de Alpha Condé, que declarado oficialmente Presidente da República na primeira volta com mais de 59,50%, Cellou Dalein Diallo, com um resultado de 33,40%, contestou os resultados, declarando-se o “vencedor” da eleição.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo