África Subsaariana | Ásia | Economia

Índia reduz importações de petróleo africano em benefício do Oriente Médio

Para melhorar as margens sobre as importações de petróleo, a Índia reduziu as importações do petróleo africano, que ficou mais caro em relação ao fornecimento do Oriente Médio. No momento, não há números disponíveis para avaliar essa perda de participação de mercado, relata a agência Ecofin.

Referindo relatórios da Refinitiv, fornecedora global de dados do mercado financeiro, a Índia, a agência indica que o terceiro maior mercado consumidor de petróleo do mundo, reduziu as suas importações de petróleo africano nos últimos três meses.

Embora a Índia tenha registado em outubro um recorde nas importações de petróleo em oito meses, as compras de petróleo africano caíram ao menor nível em três meses, a favor das importações do Oriente Médio.

Essa mudança visa melhorar as margens num mercado onde a procura está entre as mais dinâmicas do mundo.

Os produtores do Oriente Médio efetivamente anteciparam a nova guerra por participação de mercado, reduzindo os seus preços para atrair importadores. Por outro lado, os exportadores africanos, na sua maioria, permaneceram rígidos nos seus preços.

Até ao ano passado, a Índia estava entre os maiores compradores de petróleo africano, principalmente nigeriano e angolano. Em outubro de 2018, as suas importações de petróleo africano atingiram um recorde de 875.000 barris por dia.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo