África Subsaariana

Mali: Mulher suíça raptada em Timbuktu

Uma mulher suíça foi raptada durante a noite, em casa, na cidade de Timbuktu, no norte do Mali, disse um porta-voz do exército, Souleymane Maiga.

Não há detalhes sobre o incidente ou a identidade da mulher, mas um morador da cidade disse que a vítima é uma missionária suíça, Beatrice Stockly, que já tinha sido sequestrada antes, em 2012, por  combatentes islâmicos e que a soltaram dias mais tarde.

O Ministério dos Negócios Estrangeiros da Suíça em Berna disse que está ciente do “suposto sequestro” de um cidadão suíço em Mali.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo