África Subsaariana | Crise | Segurança

Nigéria: Forças de segurança prepararam ofensiva contra extremistas Fulani

O comissário da polícia do estado de Enugu, na Nigéria, foi demitido na sequência do massacre perpetrado pelo pastores Fulani na semana passada, conforme foi noticiado aqui.

Este episódio de violência étnica, que vitimou cerca de meia centena de pessoas, desencadeou uma onda de indignação em todo o país que levou o presidente Buhari (que pertence à etnia Fulani) a anunciar que as forças de segurança vão perseguir e apresentar à justiça os autores do massacre.

A substituição do comissário Ekechukwu por Emmanuel Ojukwu (na foto) visa preparar uma ofensiva militar contra os extremistas Fulani que mantém um conflito de décadas com as comunidades agrícolas estabelecidas na região central da Nigéria devido à competição pela exploração dos escasso recursos agrícolas e hídricos.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo