ONU diz que cooperação sustentada é vital para ultrapassar os maiores desafios na Somália

O enviado especial da ONU para a Somália, Michael Keating, alertou esta semana que uma “cooperação sustentada” é essencial para enfrentar os desafios atuais na Somália, informa o portal da agência de notícias da ONU. Michael Keating explica que é fundamental existir um trabalho conjuntos entre todos os “poderosos” na Somália e a nível internacional, pois “quando não cooperam, os riscos são enormes”, reforça.

No comunicado publicado esta quarta-feira, Michael Keating refere outros desafios, tais como “a corrupção generalizada e a vontade dos poderosos de usar a violência, ou a ameaça de violência, contra oponentes”, e ainda “a ausência de governo local funcional”. De acordo com o Escritório das Nações Unidas para a Coordenação de Assuntos Humanitários (OCHA), o número de pessoas na fase de emergência humanitária tem vindo a aumentar, passando de 83 mil em janeiro para 866 mil pessoas em novembro de 2017.

Dentro dos vários desafios na Somália, o maior é o desafio humanitário, de prestar assistência aos milhões de civis somalis que, só este ano, foram obrigados a deslocar-se devido aos conflitos crescentes no país. Em todo o país, cerca de 6,2 milhões precisam de assistência humanitária e de proteção, sendo que mais de metade desse número requer uma assistência urgente.

Para 2018, a ONU refere que as previsões são “sombrias” e lembra o fenómeno climático “La Niña”, que se espera que atinja o país em meados do próximo ano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Secretário Executivo da CPLP em STP

Secretário Executivo da CPLP em STP

Zacarias Nazaré, Secretário Executivo da CPLP, encontrou-se esta segunda-feira, na capital São-Tomense com Ministra dos Negócios Estrangeiros e Comunidades, Edite…
Afeganistão: Aumenta número de cidadãos a passar fome

Afeganistão: Aumenta número de cidadãos a passar fome

O Banco Mundial divulgou uma pesquisa nesta terça-feira, 15 de março, onde se conclui que mais afegãos passam fome desde…
Ucrânia: Presidente admite impossibilidade da adesão à NATO

Ucrânia: Presidente admite impossibilidade da adesão à NATO

O Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, reconheceu nesta terça-feira, 15 de março, que a Ucrânia não poderá integrar a NATO. Essa…
Timor-Leste: Ruak pede a Lu-Olo exoneração de Oan Soru

Timor-Leste: Ruak pede a Lu-Olo exoneração de Oan Soru

O primeiro-ministro de Timor-Leste, Taur Matan Ruak, sugeriu ao Presidente da República, Francisco Guterres Lu-Olo, que exonerasse o Secretário de…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin