Pelos menos 30 mortos em tentativa falhada de resgate a reféns do Boko Haram

Pelo menos 30 pessoas morreram, entre civis e militares, terão morrido ontem na Nigéria durante uma tentativa de resgate de uma equipa de exploração petrolífera que tinha sido raptada por elementos ligados aos jihadistas do Boko Haram.

A equipa que procurava petróleo era composta por elementos ligados à empresa estatal petrolífera nigeriana, académicos e outros civis.

Os militares nigerianos afirmaram inicialmente que na tentativa de resgate tinham morrido 12 militares. Fontes ligadas à universidade de Maiduguri, citadas pela Reuters, afirmam que pelo menos dois académicos e um motorista ligados à instituição tinham também morrido, com 4 outros elementos actualmente desaparecidos. 16 elementos da força civil que apoiou o ataque dos militares foram também abatidos.

Até agora, as autoridades nigerianas ainda não comentaram o caso directamente, alegando estar a aguardar pela contagem final das vítimas mortais.

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

Timor-Leste: Três partidos unem-se na Aliança Democrata

Timor-Leste: Três partidos unem-se na Aliança Democrata

São três os partidos timorenses, um dos quais ainda não se encontra registado, que tencionam apresentar-se nas eleições legislativas, previstas…
Guiné-Bissau: UNTG-CS diz supressão do feriado de 3 de Agosto não tem efeito jurídico

Guiné-Bissau: UNTG-CS diz supressão do feriado de 3 de Agosto não tem efeito jurídico

O Secretário-geral da União Nacional dos Trabalhadores da Guiné – Central Sindical da Guiné-Bissau (UNTG-CS), Júlio António Mendonça, disse esta…
Brasil: autoridades apuram desvios de recursos da saúde em Pernambuco

Brasil: autoridades apuram desvios de recursos da saúde em Pernambuco

A Controladoria-Geral da União (CGU) do Brasil participou na Operação Clã, nos últimos dias, cujo objetivo é apurar possíveis irregularidades…
Angola: Mais de 50% das empresas fogem ao fisco

Angola: Mais de 50% das empresas fogem ao fisco

Dos 200 mil contribuintes empresariais controlados pela base cadastral da Administração Geral Tributária (AGT) em Angola, mais de 50% fogem…