Pelos menos 30 mortos em tentativa falhada de resgate a reféns do Boko Haram

Pelo menos 30 pessoas morreram, entre civis e militares, terão morrido ontem na Nigéria durante uma tentativa de resgate de uma equipa de exploração petrolífera que tinha sido raptada por elementos ligados aos jihadistas do Boko Haram.

A equipa que procurava petróleo era composta por elementos ligados à empresa estatal petrolífera nigeriana, académicos e outros civis.

Os militares nigerianos afirmaram inicialmente que na tentativa de resgate tinham morrido 12 militares. Fontes ligadas à universidade de Maiduguri, citadas pela Reuters, afirmam que pelo menos dois académicos e um motorista ligados à instituição tinham também morrido, com 4 outros elementos actualmente desaparecidos. 16 elementos da força civil que apoiou o ataque dos militares foram também abatidos.

Até agora, as autoridades nigerianas ainda não comentaram o caso directamente, alegando estar a aguardar pela contagem final das vítimas mortais.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Moçambique recebe do Japão cinco viaturas de bombeiros

Moçambique recebe do Japão cinco viaturas de bombeiros

O Governo japonês disponibilizou cerca de 170 mil dólares a Moçambique para a aquisição de cinco viaturas destinadas ao Serviço…
Angola: Reintegrados mais de 500 ex-militares em ações contra fome e pobreza

Angola: Reintegrados mais de 500 ex-militares em ações contra fome e pobreza

A vice-governadora provincial para o setor Político, Social e Económico de Benguela, Lídia Amaro, afirmou que 593 ex-militares foram reintegrados…
Banco Mundial indica crescimento de 4,1% para Timor-Leste

Banco Mundial indica crescimento de 4,1% para Timor-Leste

O Banco Mundial prevê que Timor-Leste registe um crescimento económico de 4,1% em 2024 e 2025, através do alívio das…
UE doa 50 milhões de euros à ONU para refugiados palestinianos

UE doa 50 milhões de euros à ONU para refugiados palestinianos

A União Europeia (UE) anunciou o envio da próxima parcela de 50 milhões de euros para a Agência das Nações…