África Subsaariana | Economia

Petronas assina as primeiras licenças de exploração do Gabão em cinco anos

A estatal petrolífera da Malásia, Petronas, assinou um acordo com o Gabão para duas licenças de exploração depois de o país africano ter promulgado uma nova lei do petróleo no mês passado, anunciou o governo numa declaração citando Noel Mboumba, ministro do petróleo do Gabão.

A Petroliam Nasional Bhd, conhecida como Petronas, já está presente no Gabão e é a primeira empresa a assinar um contrato de exploração e produção no país em cinco anos, de acordo com o comunicado. O acordo segue a promulgação de um projeto de hidrocarbonetos revisto no mês passado, feito com o apoio do Fundo Monetário Internacional, mais atrativo fiscalmente do que o anterior, refere o comunicado citando Mboumba.

Como várias outras nações da África Central, o Gabão – um membro da Organização dos Países Exportadores de Petróleo – depende da receita do petróleo. Apesar de uma queda na produção, o país vê potencial na produção offshore, segundo Mboumba.

O Gabão colocou recentemente 35 blocos de petróleo à venda, informou a Radio Francaise International. O negócio com a Petronas é para os blocos offshore F12 e F13. Uma vez desenvolvidos, os blocos terão uma produção de 200.000 bpd, segundo o comunicado do governo.

Temas: Internacional | África Subsaariana | Economia | Petróleo

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo