África Subsaariana

RCA : Movimento 3R difunde vídeo de polícias e militar prisioneiros

Este domingo 20 de Setembro, o movimento armado 3R (Regresso, Reclamação e Reabilitação) difundiu um vídeo em que três elementos, dois polícias e um militar das Forças Armadas Centro Africanas (FACA), prisioneiros da organização, apelam à intervenção do governo para a sua libertação e a negociar com o 3R.

Considerados por Bangui como “reféns” do movimento armado 3R, e “prisioneiros” pelo próprio movimento, intervêm no vídeo o agente da polícia Florent Poutia e o seu auxiliar Émeri bem como o cabo Emmanuel Gatiro das FACA.

O mesmo vídeo foi igualmente interpretado como uma “prova de vida” dos três detidos, e um meio de o movimento armado 3R fazer pressão ao governo em Bangui que autorizou uma importante ofensiva militar contra os principais bastiões do 3R.

A captura de Florent Poutia, e do seu auxiliar Émeri, por um comando do 3R, ocorreu a 7 de Setembro em Bang, enquanto o cabo Emmanuel Gatiro foi capturado a 9 de Setembro durante uma emboscada do movimento armado perto de Bocaranga no distrito de Ouham-Péndé, considerado como zona operacional do 3R chefiado por Sidiki Abass.

Entre as condições para a libertação dos dois polícias e do militar das FACA, o movimento 3R exige a libertação imediata de três combatentes da organização detidos na capital da República Centro Africana (RCA), Bangui.

Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo