RDCongo: Acordo entre a Maioria e Oposição foi assinado mas aguarda ratificação

Até aos últimos minutos de sábado, 31 de Dezembro, a Conferência Episcopal Nacional do Congo (Cenco) acreditou que seria assinado o problemático Acordo entre a Maioria Presidencial e a Oposição na República Democrática do Congo (RDC). O Acordo foi finalmente assinado mas terá de ser ratificado pelo presidente Joseph Kabila e pelo líder carismático da oposição, Etienne Tshisekedi.

Apesar de ser um Acordo “precário”, segundo as duas partes, o documento com 16 páginas estabelece que Joseph Kabila, 45 anos, terminará o seu mandato às 23:59 horas de 19 de Dezembro de 2017, até essa data Etienne Tshisekedi, 85 anos e com uma saúde muito precária, vai chefiar o conselho nacional de transição (CNT) para supervisão da transição de que ainda se desconhece o calendário.

A oposição conseguiu finalmente obter o desejado posto de primeiro-ministro, cujo nome deverá ser indicado pela oposição ao Chefe de Estado que o nomeará. Porém a escolha do novo chefe de executivo já está a provocar atritos numa oposição minada pelas divisões.

Um dos pontos de bloqueio do Acordo era a libertação dos prisioneiros políticos e regresso dos exilados. Apesar de não terem de facto chegado a um acordo sobre este ponto, Moise Katumbi insistiu que não deveria ser a razão do bloqueio do Acordo, estando agora nas mãos da Igreja a resolução deste dossier. No entanto Katumbi já manifestou também a intenção de regressar ao país “o mais rapidamente possível” para participar na campanha para as eleições de 2017. Também Roger Lumbala anunciou que na próxima semana deverá chegar à RDC.

Durante o período de transição vão ser preparadas as eleições, simultâneas, para a presidência, parlamento e governos regionais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Angola mantém aposta na diplomacia económica

Angola mantém aposta na diplomacia económica

O ministro das Relações Exteriores de Angola, Téte António, reiterou a aposta do Governo na promoção da diplomacia económica. O…
Investigadora do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra ganha pela segunda vez concurso ERC

Investigadora do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra ganha pela segunda vez concurso ERC

A Investigadora Principal do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra (CES-UC), Ana Cristina Santos, acaba de ganhar um…
Cabo Verde: PR propõe fundos para autonomia dos municípios

Cabo Verde: PR propõe fundos para autonomia dos municípios

O Presidente da República de Cabo Verde, José Maria Neves, propõe a criação de um Fundo de Desenvolvimento Local e…
Timor-Leste: Representante da CPLP apela à participação nas presidenciais

Timor-Leste: Representante da CPLP apela à participação nas presidenciais

O chefe da missão de observação da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) às eleições presidenciais em Timor-Leste, o…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin