Refugiados do Burundi no Uganda recusam regressar a casa

Oficiais burundianos deslocaram-se ao Uganda para persuadir refugiados a regressar a casa por terem sido mal recebidos no país.

Num comício organizado por uma equipa liderada pelo Ministro dos Assuntos internos do Burundi, Pascal Barandagiye, os refugiados em Nakivale exigem justiça, uma força da União Africana para proteger aqueles que se oponham ao governo e a resignação do presidente Pierre Nkurunziza.

“Para se tornar num refugiado tem de haver uma razão. No nosso caso foi um homem que escolheu exercer um novo mandato. Ele já não está lá para que possamos regressar?”, questionou Jevunel Gahungu, antigo membro do Parlamento do partido Frodebu.

O partido Frodebu está entre os cinco partidos da oposição que o presidente Nkurunziza defende que devem ser afastados das conversações de paz lideradas pelo presidente Benjamin Mkapa que estão a decorrer em Arusha, na Tanzânia.

Gahungu referiu que o governo define como alvos indivíduos, uma alegação que é apoiada por várias organizações sociais.

Para se precaverem, Gahungu defende que Bujumbura deve permitir que a União Africana envie tropas para que os que se opõem a Nkurunziza se sintam protegidos. Mas o governo é contra tal sugestão.

Para regressar ao seu país como cidadãos livres, os refugiados exigem justiça e a reparação da sua situação bem como a dos seus parentes.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Moçambique lança concurso de concessão de áreas de pesquisa e produção de hidrocarbonetos

Moçambique lança concurso de concessão de áreas de pesquisa e produção de hidrocarbonetos

O Instituto Nacional de Petróleo (INP) de Moçambique vai lançar nesta quinta-feira, 25 de novembro, em formato virtual, o 6.º Concurso de…
Moçambique: Ministra do Trabalho e Segurança Social indignada com subsídio de início de funções, no INSS

Moçambique: Ministra do Trabalho e Segurança Social indignada com subsídio de início de funções, no INSS

A ministra do Trabalho e Segurança Social convocou no passado dia 22 de novembro, o Conselho de Administração do Instituto…
Angola: João Lourenço promulga Lei sobre Eleições Gerais

Angola: João Lourenço promulga Lei sobre Eleições Gerais

O Presidente angolano, João Lourenço, promulgou nesta terça-feira, 23 de novembro, a Lei de alteração à Lei Orgânica sobre as Eleições…
Timor-Leste: Lu-Olo analisa preparação para adesão à OMC

Timor-Leste: Lu-Olo analisa preparação para adesão à OMC

O Presidente de Timor-Leste, Francisco Guterres Lu-Olo, reuniu-se nesta terça-feira, 23 de novembro, com o atual Ministro Coordenador dos Assuntos Económicos (MCAE), Joaquim Amaral,…
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin