Senegal: 120 kgs de cocaína apreendidos no porto de Dakar

Os elementos da Unidade Mista de Controlo de Contentores e Navios (Umcc) da divisão aduaneira do porto de Dakar, assistidos por elementos da polícia científica e da Ocrtis, apreenderam na terça-feira uma grande quantidade de droga pesada.

Segundo informações das autoridades, os funcionários da alfândega revistaram na terça-feira o navio Grande Nigéria, conduzindo à descoberta de um esconderijo nos compartimentos do sistema de ventilação do navio em que foram encontradas 4 malas contendo 30 placas de 1 kg cada ou 120 kg, conforme informações iniciais.

As análises realizadas no nível do laboratório forense confirmaram, além disso, que o produto apreendido é de fato cocaína. Uma quantia cujo valor é estimado em 9 mil milhões e 600 milhões de francos CFA.

Os membros da tripulação do barco estão sob interrogatório e a investigação está a ser realizada sob a supervisão da procuradoria.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Moçambique recebe do Japão cinco viaturas de bombeiros

Moçambique recebe do Japão cinco viaturas de bombeiros

O Governo japonês disponibilizou cerca de 170 mil dólares a Moçambique para a aquisição de cinco viaturas destinadas ao Serviço…
Angola: Reintegrados mais de 500 ex-militares em ações contra fome e pobreza

Angola: Reintegrados mais de 500 ex-militares em ações contra fome e pobreza

A vice-governadora provincial para o setor Político, Social e Económico de Benguela, Lídia Amaro, afirmou que 593 ex-militares foram reintegrados…
Banco Mundial indica crescimento de 4,1% para Timor-Leste

Banco Mundial indica crescimento de 4,1% para Timor-Leste

O Banco Mundial prevê que Timor-Leste registe um crescimento económico de 4,1% em 2024 e 2025, através do alívio das…
UE doa 50 milhões de euros à ONU para refugiados palestinianos

UE doa 50 milhões de euros à ONU para refugiados palestinianos

A União Europeia (UE) anunciou o envio da próxima parcela de 50 milhões de euros para a Agência das Nações…