África Subsaariana

Senegal: Macky Sall promete celeridade no restabelecimento da verdade no alegado caso de corrupção de Aliou Sall

O presidente do Senegal, Macky Sall, prometeu “restabelecer a verdade” depois de uma investigação da BBC ter revelado que o seu irmão teria beneficiado de negócios lucrativos no setor de gás. Aliou Sall negou as acusações, alegando serem “totalmente falsas”.

De acordo com a investigação da estação britânica, Aliou Sall supostamente recebeu um pagamento secreto de uma empresa que vendia blocos de gás para a BP.

A investigação publicada pela BBC Panorama e Africa Eye revelou que a BP concordou em pagar à Timis Corporation, administrada pelo magnata romeno-australiano, Frank Timis, entre 9 mil milhões e 12 mil milhões de dólares em pagamentos de royalties pela participação nos blocos.

A BP disse que a reportagem Panorama foi um “retrato enganoso” dos seus negócios no Senegal e rejeitou as acusações como classificando-as de “absurdas”.

A estação reportou que a Timis Corporation fez um pagamento secreto de 250.000 dólares para uma empresa administrada pelo irmão do presidente. A Timis também negou qualquer irregularidade.

O Presidente Macky Sall foi eleito em 2012 com o compromisso de combater a corrupção no Senegal.

Uma declaração emitida pelo governo disse que as “alegações sérias e falsas” não têm “fundamento”.

O presidente defendeu que as pessoas estão a tentar aproveitar-se das reservas de combustíveis fósseis recém-descobertas. “Sabemos que onde há petróleo, haverá tentativa de desestabilizar o país”, disse.

“Quero que a verdade seja restabelecida e que o governo faça isso agora sem demora”, declarou Sall na principal mesquita de Dakar, depois de participar das orações do feriado muçulmano de Eid al-Fitr.

Em resposta, a BBC comunicou: “Rejeitamos essa alegação e defendemos a nossa investigação. Ela foi conduzida nos mais altos padrões editoriais”.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo