África Subsaariana

Senegal: MP suspeita de terrorismo no roubo de munições de guerra em Pire

O Ministério Público (MP) suspeita de terrorismo no roubo de 3.900 munições de guerra em Pire, uma localidade localizada no leste do Senegal, na região de Thiès.

Foi aberto um inquérito judicial foi na terça-feira, para investigação da suspeita de associação criminosa relacionada a uma empresa terrorista e posse ilegal de armas para a prática de atos terroristas.

De acordo com o Libération, que fornece as informações na sua publicação desta quarta-feira, os dois transportadores da munição roubada, Macky Taal Ndiaye e Ameth Ndiaye, colocados sob mandato de prisão, serão hoje presentes a tribunal. Paralelamente, foi instaurado um processo distinto a Amadou Bécaye Sangaré, o soldado suspeito de roubar munições.

Entretanto, a Mauritânia anunciou na terça-feira que tinha identificado a fonte da munição apreendida e a pessoa que esperava recebê-la. Nouakchott revelou após um Conselho de Ministros, que as munições “eram destinadas à tradicional associação de tiro ao alvo”, segundo o jornal “Les Echos”.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo