Senegal: Ouattara manifesta o seu apoio a Sall para as eleições presidenciais e provoca indignação entre os senegaleses

O Presidente da República da Costa do Marfim, Alassane Ouattara, prolongou a sua estadia  no Senegal, onde participou no encontro da Liberal Internacional, para assistir à oficialização da candidatura do presidente Macky Sall às próximas eleições presidenciais.

A presença de Alassane Ouattara para manifestar o seu apoio ao seu homólogo, foi vista por alguns senegaleses como uma “interferência”.

No seu discurso, Outtara declarou “Eu sou senegalês. Eu vim para para mostrar-lhe admiração e gratidão”, acrescentando: “Desejamos um segundo mandato a Macky Sall. Eu conheço o Senegal, moro aqui há muito tempo e sei o que está a fazer pelo seu país, mas também na sub-região.”

As declarações de Alassane Ouattara não são do agrado de alguns senegaleses que, na internet, pediram ao Presidente da Costa do Marfim que escolha um presidente para os marfinenses. “Cuide da Costa do Marfim que vergonhosamente entregou à França numa bandeja de ouro, sacrificando o seu irmão Laurent Gbagbo. Toda a África te odeia! Para o diabo vendido! É por causa dos traidores como você que a África demora a embarcar no caminho do progresso e da modernidade “, dizem os cibernautas.

Lembre-se que os senegaleses são chamados às urnas a 24 de fevereiro de 2019 para a primeira ronda das eleições presidenciais.

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

Guiné-Bissau: Governo extingue feriados nacionais e é acusado de violar a lei e a história

Guiné-Bissau: Governo extingue feriados nacionais e é acusado de violar a lei e a história

O Governo guineense através do Decreto nº 1/2023 de 19 de Janeiro determinou que 23 de Janeiro, outrora dia dos…
Moçambique: MONARUMO defende isenção do IVA para água e energia

Moçambique: MONARUMO defende isenção do IVA para água e energia

O Movimento Nacional para Recuperação da Unidade Moçambicana (MONARUMO) comentou a recente diminuição do Imposto sobre o Valor Acrescentado (IVA),…
Angola garante usar 77% de energia renovável até 2027

Angola garante usar 77% de energia renovável até 2027

O chefe de Estado angolano, João Lourenço, assumiu o compromisso de o país usar 77% de energia renovável até 2027. …
Cabo Verde: Turismo e privatizações financiam fundo contra pobreza extrema

Cabo Verde: Turismo e privatizações financiam fundo contra pobreza extrema

O turismo e privatizações em Cabo Verde decidiram financiar o fundo MAIS, definido pelo Governo e criado com o objetivo…