Senegal: Vítimas de Hissène Habré ainda não receberam as indemnizações devidas

Em 30 de maio de 2016, Hissène Habré foi condenado à prisão perpétua em Dakar pelas Câmaras Extraordinárias da África pelos crimes cometidos sob seu regime. Até à data as vítimas não receberam indemnização, embora isso tenha sido previsto pelos tribunais.

Num comunicado divulgado na manhã de sexta-feira, 29 de maio, ol lesados pediram à União Africana e ao Chade que cumprissem as suas obrigações. As câmaras africanas extraordinárias e o sistema de justiça do Chade ordenaram o pagamento de milhões de euros em indemnizações.

A autorização de saída da prisão concedida a Hissène Habré em 6 de abril durante 60 dias foi mais uma deceção para as vítimas. O presidente senegalês Macky Sall garantiu que o ex-presidente chadiano retornará à prisão após a pandemia, mas não precisou a data.

O Ministro da Justiça do Senegal indicou que uma extensão da permissão de saída é de responsabilidade do juiz responsável pela execução das sentenças.

Hissène Habré foi condenado em 2017 à prisão perpétua em Dakar (pelas Câmaras Extraordinárias da África) por crimes de guerra e crimes contra a humanidade durante o seu regime no Chade entre 1982 e 1990.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: Maleiane ocupa cargo de primeiro-ministro

Moçambique: Maleiane ocupa cargo de primeiro-ministro

O chefe de Estado moçambicano, Filipe Nyusi, confere posse a Adriano Maleiane nesta sexta-feira, 04 de março. O ex-ministro da…
Putin aconselha países vizinhos a não agravarem situação de guerra

Putin aconselha países vizinhos a não agravarem situação de guerra

O Presidente russo recomenda aos países vizinhos da Rússia que “não agravem a situação, não imponham limitações”. Vladimir Putin diz…
Liga dos Bombeiros Portugueses envia ambulâncias para a Ucrânia

Liga dos Bombeiros Portugueses envia ambulâncias para a Ucrânia

A Liga dos Bombeiros Portugueses anunciou nesta sexta-feira, 04 de março, que vai enviar na segunda-feira para a Ucrânia oito…
Primeiro-ministro português efectua visita de 48 horas à Guiné-Bissau

Primeiro-ministro português efectua visita de 48 horas à Guiné-Bissau

A Guiné-Bissau recebe este sábado 05 Março a visita primeiro-ministro português, António Costa, que permanecerá no país 48 horas. Segundo…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin