África Subsaariana | Segurança

Somália: Pelo menos 17 mortos em confrontos entre o Al-Shabab e milícias de clãs

Pelo menos 17 pessoas morreram em confrontos entre militantes do grupo Al-Shabaab, da Somália, e milícias de clãs na região semi-autónoma de Galmudug, no sul do país, informaram moradores e o grupo à Reuters nesta quinta-feira.

A rádio estatal Somali Muqdisho informou no seu site que os combates na área de Haradheere, que começaram na quarta-feira, foram desencadeados por supostos alistamentos de adolescentes nas fileiras do Al-Shabaab.

O Al Shabaab controla o distrito portuário há anos, mas tem repetidamente entrado em confronto com milícias de clãs locais.

“O Al Shabaab pediu que os adolescentes fossem recrutados”, relatou a rádio. Um imposto chamado zakat, imposto pelo al Shabaab, também fomentou a raiva entre os moradores e as milícias, segundo a estação.

“Nós atacamos o Al-Shabaab e o Al Shabaab conseguiu muitos militantes como reforço de várias regiões. Lutamos e lutamos até ficarmos sem balas ”, disse um ancião local, Farah Ahmed, à Reuters por telefone, da área de Haradheere na quinta-feira.

A Somália tem sido assolada pela falta de lei e violência desde 1991, quando o ditador Mohamed Siad Barre foi afastado do poder.

O Al-Shabaab luta para derrubar o governo central, apoiado pelo Ocidente e a força de manutenção da paz da União Africana (AMISON), e quer instaurar o seu próprio governo com base na sua interpretação estrita da lei islâmica sharia.

Abdiasis Abu Musab, porta-voz das operações militares do Al-Shabaab, declarou à Reuters que lutaram contra as milícias porque estavam armadas pela vizinha Etiópia, referindo a morte de 15 membros das milícias.

“A Etiópia quer o porto de Hobyo e, por isso, está a usar milícias de clãs para tomar o controlo da estrada para a cidade portuária de Hobyo”, disse.

O porto de Hobyo fica a cerca de 260 quilómetros a nordeste de Haradheere.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo