Tanzânia: Estrangeiros têm um mês para verificar documentos de trabalho

A Tanzânia anunciou na terça-feira que os trabalhadores estrangeiros, empregadores e agentes de emprego têm um mês para verificarem documentos de trabalho e residência.

O Comissário do Trabalho disse que o governo verificou que alguns empregadores e agentes de emprego têm contratado estrangeiros sem cumprir os procedimentos estipulados violando o artigo 1/2015 das normas de emprego.

“Por isso, pedimos a todos os não-cidadãos que submetam as suas licenças de trabalho aos gabinetes laborais mais próximos para verificação dentro de 30 dias a partir da primeira data deste aviso”, disse o Comissário do Trabalho.

O governo anuciou uma inspecção de trabalho em todo o país especificamente destinada a garantir que todos os funcionários não-cidadãos possuem licenças de trabalho válidas.

O anúncio do governo ocorre uma semana depois que agentes de imigração apreenderam e detiveram 25 cidadãos indianos, supostamente por viverem e trabalharem no país sem as necessárias licenças, que trabalhavam no Quality Group.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Angola mantém aposta na diplomacia económica

Angola mantém aposta na diplomacia económica

O ministro das Relações Exteriores de Angola, Téte António, reiterou a aposta do Governo na promoção da diplomacia económica. O…
Investigadora do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra ganha pela segunda vez concurso ERC

Investigadora do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra ganha pela segunda vez concurso ERC

A Investigadora Principal do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra (CES-UC), Ana Cristina Santos, acaba de ganhar um…
Cabo Verde: PR propõe fundos para autonomia dos municípios

Cabo Verde: PR propõe fundos para autonomia dos municípios

O Presidente da República de Cabo Verde, José Maria Neves, propõe a criação de um Fundo de Desenvolvimento Local e…
Timor-Leste: Representante da CPLP apela à participação nas presidenciais

Timor-Leste: Representante da CPLP apela à participação nas presidenciais

O chefe da missão de observação da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) às eleições presidenciais em Timor-Leste, o…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin