África Subsaariana

Teodorin Obiang, filho do anfitrião de Yahya Jammeh, condenado a três anos de prisão

Teodorin Nguema Obiang, filho do presidente da Guiné Equatorial, Obiang Nguema Mbasogo, que também é anfitrião do ex-presidente gambiano, Yahya Jammeh, foi condenado a uma pena de três anos de prisão e uma multa de 30 milhões de euros por um tribunal em Paris, França.

Obiang, que também é vice-presidente do seu país, foi acusado não apenas de “violações persistentes dos direitos humanos”, mas também de “saquear os cofres do governo com impunidade”.

Teodorin foi condenado anteriormente em 2017 por “roubo e apropriação indevida”, mas recorreu perante a Justiça francesa. Posteriormente, foi condenado a três anos de prisão suspensa por usar indevidamente fundos públicos para um estilo de vida “ostensivo e extravagante” em toda a Europa.

Após o primeiro julgamento por “enriquecimento ilícito”, o Tribunal de Paris recuou da condenação proferida em primeira instância e aplicou uma pena mais pesada.

Teodorin, que foi promovido por seu pai na tentativa de o formalizar como seu sucessor, não compareceu durante os dois julgamentos, apesar da ameaça de recuperar todas as suas “propriedades”.

Promotores e ativistas de direitos humanos que se comprometeram em “parar os saques e violações” pediram ao tribunal o arresto de todos os bens “roubados”, tendo o tribunal acedido ao solicitado.

Grupos de defesa dos direitos humanos da Europa também sustentaram que enquanto o seu povo ainda vive em “pobreza e desnutrição”, o anfitrião de Yahya Jammeh vive numa “incrível extravagância”.

Também a Comunidade Internacional está preocupada com o fato de o presidente Obiang, que governou o seu país com um ‘punho de ferro’ durante 40 anos e é constantemente acusado de corrupção desenfreada, tortura e assassinatos extrajudiciais, eventualmente levar o país à turbulência.

O tribunal também descobriu que Obiang não apenas comprou ilegalmente vários carros desportivos, as recordações de Michael Jackson, mas também possuía inúmeras mansões em toda a Europa.

O anfitrião de Yahya, que chegou ao poder através de um golpe militar sangrento e depôs o seu tio numa rebelião sangrenta em 1979, acusou os seus opositores de tentar expulsá-lo do cargo de forma “não democrática”.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo