África Subsaariana

UNICEF apoia primeira fábrica de tijolos feitos a partir de plástico reciclado na Costa de Marfim

A UNICEF em parceria com a empresa social colombiana Conceptos Plásticos, anunciou no dia 29 de Julho a inauguração de uma fábrica pioneira na Costa de Marfim, que converterá resíduos plásticos recolhidos no país em tijolos modulares. Estes tijolos – fáceis de montar, duráveis e de baixo custo – serão utilizados para construir salas de aula neste país da África Ocidental.

A Diretora Executiva da UNICEF, Henrietta Fore, explica que “esta fábrica está na vanguarda de soluções inteligentes e escaláveis para alguns dos principais desafios educativos que as crianças e comunidades de África enfrentam”. A acrescentar a isto pode-se “diminuir o impacto do plástico no meio ambiente e gerar uma fonte de rendimento adicional para as famílias mais vulneráveis.

Para dar resposta a uma necessidade evidente no contexto atual da Costa de Marfim, que precisa de mais de 15 mil salas de aula, a UNICEF estabeleceu esta parceria com a Conceptos Plásticos permitindo também aliviar a poluição nas áreas mais poluídas de Abidjan, a capital da Costa de Marfim.

O Representante da UNICEF no país, Aboubacar Kampo, defendeu este projeto desde o início congratulando-se por “pela primeira vez, as crianças em idade pré-escolar dos bairros pobres poderem ter  a possibilidade de frequentar salas de aula com menos de 100 alunos. Crianças que nunca pensarm que haveria lugar para elas”.

A situação ambiental de Abidjan é também preocupante, visto que mais de 280 toneladas de resíduos de plásticos são produzidas todos os dias só na capital e apenas 5% são recicladas- o que resta acaba em resíduos a céu aberto, acabando por ser uma fonte de doenças como a malaria, diarreia e pneumonia, doenças que estão entre as principais causas de morte de crianças no país.

Quando estiver totalmente operacional, a fábrica reciclará 9.600 toneladas de resíduos plásticos por ano e proporcionará, num mercado formal de reciclagem, uma fonte de rendimento para as mulheres que vivem na pobreza.

Na atualidade foram já construídas nove salas de aula nas regiões de Gonzagueville, Divo e Toumodi usando tijolos plásticos feitos na Colômbia, demonstrando a viabilidade dos métodos e materiais de construção. “Fizemos uma parceria com a UNICEF neste projecto porque queremos que nosso modelo de negócio tenha um impacto social. Ao transformar a poluição de plástico numa oportunidade, queremos ajudar as mulheres a erguerem-se de uma situação de pobreza e contribuir para um mundo melhor para as crianças”, disse Isabel Cristina Gamez, Co-Fundadora e CEO da Conceptos Plasticos.

Os tijolos serão feitos 100% a partir de plástico e serão resistentes ao fogo. São 40% mais baratos, 20% mais leves e terão uma durabilidade superior, em centenas de anos, em relação aos materiais de construção convencionais.

Na África Ocidental e Central encontram-se um terço das crianças do mundo em idade escolar no ensino primário e um quinto das crianças do ensino básico que estão fora da escola. “Às vezes, é no seio dos nossos desafios mais prementes que se encontram as oportunidades mais promissoras”, disse Fore. “Este projecto é mais do que apenas um projecto de gestão de resíduos e de infraestruturas de educação: é uma metáfora funcional – o crescente desafio do lixo plástico transformado em tijolos que literalmente construirão o futuro desta geração de crianças”.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo