Violência no Kasaï desloca 850 mil crianças na RDC

Cerca de 850 mil crianças foram forçadas a fugir dos conflitos nas províncias do Kasaï , na República Democrática do Congo (RDC), tornando-se numa das “maiores crises de deslocados do mundo”, refere a agência das Nações Unidas para a Infância (UNICEF).  Segundo a organização, muitas das crianças estão em lares de acolhimento ou com parentes.

Os conflitos despoletaram em agosto de 2016, no Kasaï , depois de um líder tradicional ter sido morto em confrontos com forças de segurança. Os combates já fizeram mais de três mil mortos.

No total, 1,4 milhão de pessoas tiveram que sair de suas casas “com 60.000 deslocados apenas em junho”, revelou o representante da UNICEF na RDC, Tajudeen Oyewale.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Timor-Leste: Fretilin congratula-se com visita de Papa Francisco

Timor-Leste: Fretilin congratula-se com visita de Papa Francisco

A Frente Revolucionária de Timor-Leste Independente (Fretilin) congratulou-se nesta quarta-feira, 17 de abril, com a visita do Papa Francisco ao…
Ucrânia: Conselheiro de Zelensky diz que não há negociações em curso com a Rússia

Ucrânia: Conselheiro de Zelensky diz que não há negociações em curso com a Rússia

O conselheiro presidencial ucraniano, Mykhailo Podolyak, informou nesta quarta-feira, 17 de abril, que não há conversações e negociações em curso…
Moçambique: Encontrados três cadáveres em Macomia

Moçambique: Encontrados três cadáveres em Macomia

Foram encontrados três corpos sem vida na aldeia Napala, localizada no distrito de Macomia, pertencente à província de Cabo Delgado. …
Moçambique: Cidade de Pemba já fornece localmente todo tipo de ração para aves 

Moçambique: Cidade de Pemba já fornece localmente todo tipo de ração para aves 

A cidade de Pemba, capital provincial de Cabo Delgado, já produz todo tipo de ração para aves, com a entrada…