Yaya Jammeh ordena reabertura da Comissão Nacional de Eleições

O Presidente da Gâmbia, Yaya Jammeh ordenou ontem a reabertura do edifício da Comissão Independente de Eleições (CIE), depois das autoridades policiais do país o terem interditado a 13 de Dezembro alegando razões de segurança.

O edíficio tinha sido selado sem qualquer aviso pelas forças de segurança no mesmo dia em que o partido de Yaya Jammeh apresentou nos tribunais uma queixa contra a CIE para tentar a anulação dos resultados das eleições presidenciais que tinham ditado a sua derrota face ao candidato da oposição Adama Barrow.

Apesar da reabertura, ao redor das instalações era visível um forte aparato policial.

Yaya Jammeh insiste em afirmar que não irá ceder o poder ao candidato vencedor das eleições até que o Supremo Tribunal se pronuncie sobre as queixas apresentadas relativas a irregularidades no processo de votação. Yana Jammeh nomeou nas últimas semanas os seis juízes necessários para que o Supremo Tribunal possa apreciar a queixa apresentada.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Angola mantém aposta na diplomacia económica

Angola mantém aposta na diplomacia económica

O ministro das Relações Exteriores de Angola, Téte António, reiterou a aposta do Governo na promoção da diplomacia económica. O…
Investigadora do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra ganha pela segunda vez concurso ERC

Investigadora do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra ganha pela segunda vez concurso ERC

A Investigadora Principal do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra (CES-UC), Ana Cristina Santos, acaba de ganhar um…
Cabo Verde: PR propõe fundos para autonomia dos municípios

Cabo Verde: PR propõe fundos para autonomia dos municípios

O Presidente da República de Cabo Verde, José Maria Neves, propõe a criação de um Fundo de Desenvolvimento Local e…
Timor-Leste: Representante da CPLP apela à participação nas presidenciais

Timor-Leste: Representante da CPLP apela à participação nas presidenciais

O chefe da missão de observação da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) às eleições presidenciais em Timor-Leste, o…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin