Zimbábue: Masiyiwa quer que as sanções dos EUA sejam levantadas

O fundador da Econet, Strive Masiyiwa, pediu que as sanções impostas ao Zimbábue pelos Estados Unidos sejam removidas, dizendo que elas não são justificadas.

Os comentários extraordinariamente diretos do magnata de telecomunicações de 57 anos sobre a política do Zimbábue foram feitos numa entrevista à CNBC África, gravada em 26 de outubro em Sandton, Johannesburg.

Masiyiwa disse que as sanções impostas ao Zimbábue pelos Estados Unidos paralisaram o país, cujas perspetivas de sair da crise económica enfraqueceram pela mesma razão.

“Eu acho que as sanções devem ser removidas, não há justificativa para elas. Elas devem ser removidas. Sempre fui da opinião que as sanções não se justificam e já estamos há quase 20 anos nas sanções. Não se pode ter um país a desenvolver-se com as mãos amarradas atrás das costas “, disse.

Os Estados Unidos afirmam que as sanções, que foram revistas algumas vezes, foram postas em prática para forçar o Zimbábue a cumprir as suas obrigações de respeitar os direitos humanos, boa administração, eleições livres e justas e alinhar as leis com uma nova constituição adotada em 2013.

Masiyiwa também manifestou um forte apoio ao governo do presidente Emmerson Mnangagwa, dizendo acreditar que o líder do Zanu-PF, que ganhou uma disputada eleição em julho, é “sincero”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Angola: Moco diz que MPLA receia enfrentar Costa Júnior

Angola: Moco diz que MPLA receia enfrentar Costa Júnior

O ex-primeiro-ministro angolano e militante do MPLA, Marcolino Moco, afirmou que o partido no poder, tal como o líder João…
Moçambique quer fortalecer cooperação com STP na Educação

Moçambique quer fortalecer cooperação com STP na Educação

A Embaixadora de Moçambique em São Tomé e Príncipe, Osvalda Joana, partilhou a vontade do país que representa em reforçar…
Cabo Verde: PAICV quer vencer as seis câmaras municipais de Santiago Norte em 2024

Cabo Verde: PAICV quer vencer as seis câmaras municipais de Santiago Norte em 2024

A presidente da Comissão Política Regional do PAICV em Santiago Norte, Carla Carvalho, afirmou que o “grande desafio” do mandato…
Portugal pondera aumentar número de turmas para crianças ucranianas

Portugal pondera aumentar número de turmas para crianças ucranianas

O ministro da Educação em Portugal, Tiago Brandão Rodrigues, reafirmou nesta sexta-feira, 11 de março, que as escolas portuguesas estão preparadas…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin