Zimbábue: Mnangagwa defende a indenização dos agricultores brancos

O presidente do Zimbábue, Emmerson Mnangagwa, defendeu a medida do seu governo de indenizar os antigos agricultores comerciais por melhorias nas terras agrícolas apreendidas durante o programa de reforma agrária em 2000, afirmando que a decisão era uma exigência constitucional.

Dirigindo-se à juventude do Zanu-PF em Harare, Mnangagwa disse que não reverteria a decisão porque o programa de redistribuição de terras também era irreversível.

As declarações surgem na sequência do líder da oposição da África do Sul, Julius Malema, ter acusado Mnangagwa de reverter os ganhos da luta de libertação, cedendo à pressão internacional e prometendo compensar os agricultores brancos.

Malema alega que os agricultores não mereciam compensação porque “roubaram a terra dos habitantes locais”.

“Na agricultura, o programa de reforma agrária é irreversível e a seção 72 da Constituição é muito clara a esse respeito. Entretanto, a mesma Constituição prevê que nenhuma compensação seja devida em relação a sua aquisição, exceto para melhorias efetuadas na terra antes da sua aquisição, disse Mnangagwa, acrescentando que “Por um longo tempo, o governo utilizou o fisco para tais pagamentos em relação à referida compensação sobre melhorias da terra. O governo cumprirá as suas obrigações, conforme descrito na Constituição. Mas, para evitar dúvidas, nós lutamos pela terra e não há como retratar a nossa posição em relação à reforma agrária. Nem vamos trair os nossos camaradas mortos pelo supremo sacrifício por esta terra”.

Falando no mesmo evento, o secretário da juventude do Zanu-PF, Pupurai Togarepi, disse que Malema não tinha o direito de criticar as políticas do governo do Zimbábue.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Entrevista: “Zelensky continua a apelar a uma guerra mundial só para defendê-lo da Rússia”, diz o Major-General do Exército Raul Luís Cunha 

Entrevista: “Zelensky continua a apelar a uma guerra mundial só para defendê-lo da Rússia”, diz o Major-General do Exército Raul Luís Cunha 

O já reformado Major-General do Exército, Raul Luís Cunha, foi Conselheiro Militar do Representante Especial do Secretário-Geral da ONU no…
CABO VERDE: Walter Barros luta contra a criminalidade com o projeto “Believe”

CABO VERDE: Walter Barros luta contra a criminalidade com o projeto “Believe”

O projeto “Believe”, foi criado dentro da cadeia de são Martinho pelo Walter Barros, em novembro de 2017 depois de…
Ucrânia agradece apoio de Timor-Leste

Ucrânia agradece apoio de Timor-Leste

O Embaixador da Ucrânia não residente em Timor-Leste, Olexander Nechytaylio, agradeceu nesta quinta-feira, 10 de março, o apoio dado ao…
Rússia abandona Conselho da Europa 

Rússia abandona Conselho da Europa 

O Ministério dos Negócios Estrangeiros da Rússia informou, através de um comunicado, que o país vai deixar de participar no…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin