África Subsaariana | Economia

Zimbábue: Mnangagwa manterá regime de múltiplas moedas

O Zimbábue continuará a operar num regime de múltiplas moedas, apesar da atual crise económica, garantiu o presidente Emmerson Mnangagwa, na segunda-feira, numa reunião com a comunidade empresarial, onde pediu ao público para não entrar em pânico e descarregar seus saldos brutos de Liquidação Bruta em Tempo Real (RTGS).

“Eu sei perfeitamente o que está a acontecer no país. Nós, como governo, devemos ouvi-lo. O setor financeiro é altamente sensível e prospera nos mais altos níveis de confiança, declarou o presidente zimbabwiano.

“O governo está a trabalhar dia e noite para estabilizar a economia. O sistema multi-moeda está aqui para ficar. Os saldos e as notas dos títulos do LBTR são seguros como instrumentos monetários. Não há necessidade de pressão para trocá-los ”, disse.

Um regime multi-moeda é basicamente uma situação em que um país adota outras moedas além das suas. A medida foi introduzida em 2009 e é creditada com a hiperinflação resultante, que tornou a moeda local sem valor.

O Zimbábue tem atualmente o dólar dos Estados Unidos, o rand sul-africano e as notas dos títulos locais na sua lista de moedas. As pulas de Botsuana e a libra britânica foram aceites como moeda de curso legal.

A posição atual é consistente, conforme Mnangagwa afirmou no seu estado da nação no mês passado, quando adiantou, também, que o sistema multi-moeda será abandonado somente depois de os fatores que o desencadeou terem sido corrigidos.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo