Zimbábue: Nelson Chamisa lamenta ter insultado os seus apoiantes

O líder do MDC, Nelson Chamisa, recuou nos comentários que fez sobre os seus apoiantes, que se manifestaram em 1 de agosto exigindo que a Comissão Eleitoral do Zimbábue divulgue os resultados para a eleição presidencial.

Chamisa apelidou ontem as manifestações violentas dos seus apoiantes a 1 de agosto, como estúpidas e desnecessárias numa tentativa desesperada de se limpar da culpa pela violência pós-eleitoral que resultou na morte de seis pessoas.

Chamisa lamentou as declarações feitas durante uma conferência de imprensa na sede do partido em Harare, comentando uma intimação feita na quarta-feira para comparecer perante a Comissão de Inquérito sobre a Violência Eleitoral, depois de ter sido acusado de ter participado dos confrontos. O líder da MDC disse que era impossível para ele ter incitado a violência porque não estava ciente dos resultados e aguardava o anúncio da Comissão Eleitoral do Zimbábue (Zec).

Esta sexta-feira, no Twitter, Chamisa recuou nos seus comentários. “Nas minhas observações condenando aqueles que mataram ou feriram inocentes, queimaram carros e destruíram propriedades em 1 de agosto, usei ‘palavras’ que lamentavelmente criaram a impressão errada. O povo tem o direito constitucional de se manifestar pacificamente. Lamento sinceramente qualquer desconforto causado”, escreveu.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Moçambique: CNE destaca tranquilidade durante recenseamento eleitoral

Moçambique: CNE destaca tranquilidade durante recenseamento eleitoral

O presidente da Comissão Nacional de Eleições (CNE) de Moçambique, Dom Carlos Matsinhe, afirmou que o recenseamento eleitoral tem decorrido…
Cabo Verde: PR promulga cinco diplomas do Governo

Cabo Verde: PR promulga cinco diplomas do Governo

O Presidente da República de Cabo Verde, José Maria Neves, promulgou cinco diplomas do Governo na segunda-feira, 15 de abril. …
Timor-Leste: Fretilin congratula-se com visita de Papa Francisco

Timor-Leste: Fretilin congratula-se com visita de Papa Francisco

A Frente Revolucionária de Timor-Leste Independente (Fretilin) congratulou-se nesta quarta-feira, 17 de abril, com a visita do Papa Francisco ao…
Ucrânia: Conselheiro de Zelensky diz que não há negociações em curso com a Rússia

Ucrânia: Conselheiro de Zelensky diz que não há negociações em curso com a Rússia

O conselheiro presidencial ucraniano, Mykhailo Podolyak, informou nesta quarta-feira, 17 de abril, que não há conversações e negociações em curso…