Zimbábue: Pelo menos 42 mortos em explosão de autocarro

A polícia do Zimbábue confirmou a morte de pelo menos 42 passageiros na explosão de um autocarro, esta sexta-feira.

O jornal estatal Herald informou no Twitter que “suspeita-se de que um bidon de gasolina pertencente a um dos passageiros tenha causado a explosão no autocarro”. A polícia confirmou o incidente reportando 20 passageiros gravemente queimados durante o incidente da noite de quinta-feira.

“No momento, sabemos que mais de 42 pessoas morreram”, disse a porta-voz da polícia, Charity Charamba à AFP. “Dezenas foram confirmadas mortas e várias outras ficaram feridas devido a queimaduras”, acrescentou.

As autoridades informaram que o veículo estava na estrada entre Beitbridge e Bulawayo quando incendiou.

Recorde-se que na semana passada, 47 pessoas morreram quando dois autocarros colidiram numa estrada entre a capital Harare e a cidade de Rusape.

Acidentes de trânsito são comuns no Zimbábue, onde as estradas estão cheias de buracos devido a anos de falta de fundos e negligência.

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

Guiné-Bissau: Governo extingue feriados nacionais e é acusado de violar a lei e a história

Guiné-Bissau: Governo extingue feriados nacionais e é acusado de violar a lei e a história

O Governo guineense através do Decreto nº 1/2023 de 19 de Janeiro determinou que 23 de Janeiro, outrora dia dos…
Moçambique: MONARUMO defende isenção do IVA para água e energia

Moçambique: MONARUMO defende isenção do IVA para água e energia

O Movimento Nacional para Recuperação da Unidade Moçambicana (MONARUMO) comentou a recente diminuição do Imposto sobre o Valor Acrescentado (IVA),…
Angola garante usar 77% de energia renovável até 2027

Angola garante usar 77% de energia renovável até 2027

O chefe de Estado angolano, João Lourenço, assumiu o compromisso de o país usar 77% de energia renovável até 2027. …
Cabo Verde: Turismo e privatizações financiam fundo contra pobreza extrema

Cabo Verde: Turismo e privatizações financiam fundo contra pobreza extrema

O turismo e privatizações em Cabo Verde decidiram financiar o fundo MAIS, definido pelo Governo e criado com o objetivo…