África Subsaariana

Zimbabwe: Chamisa ameaça causar agitação no funeral de Mugabe

Nelson Chamisa, líder do Movimento pela Mudança Democrática (MDC), ameaçou ‘reagir se a segurança do Estado tentar impedi-lo de comparecer ao funeral do ex-presidente Robert Mugabe.

Ao falar com jornalistas numa conferência de imprensa em Harare na terça-feira, Chamisa defendeu que a morte de Mugabe não é um evento do partido e que o Zanu PF não tem poder para decidir quem vai ao funeral do falecido presidente.

Mugabe morreu na sexta-feira aos 95 anos em Singapura, onde estava a receber tratamento por doenças não reveladas. “Não queremos que nenhum partido político monopolize algo nacional. Claramente, isso enviará sinais e responderemos de acordo. Somos o partido líder. De qualquer forma, Harare, onde Mugabe residia pela última vez, está sob o MDC. Mnangagwa residia no território do MDC; eles estão nos nossos quintais”, apontou Chamisa.

O MDC está dividido sobre a sua resposta à morte de Mugabe, com a assembleia de jovens condenando o ex-homem forte da Zanu PF, enquanto os líderes do partido, como Chamisa, a desejarem um tom mais conciliatório.

 

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo