Bandeira Nacional do Zimbabwe

Zimbabwe: EUA declaram que sanções contra altos funcionários não são suficientes para acabar com abusos de direitos humanos

Os Estados Unidos exortaram os principais funcionários do governo do Zimbábue a reformar e impedir as violações dos direitos humanos, admitindo que apenas as sanções não são suficientes para obrigar o Zanu-PF a restaurar o estado de direito no país.

Numa conferência telefónica a partir de Washington com a imprensa do Zimbabwe, Robert. A. Destro, secretário adjunto do Gabinete de Democracia, Direitos Humanos e Trabalho do governo dos EUA, disse que promover a democracia é dever de todos os zimbabweanos.

As declarações surgem após a colocação de sanções ao ministro da Segurança do Estado, Owen Ncube e ao embaixador do Zimbabwe na Tanzânia, Anselem Sanyatwe, pelo suposto envolvimento em violações de direitos humanos, nomeadamente ataques a manifestantes e opositores políticos no Zimbábue.

Impor sanções não é suficiente. A responsabilidade e o controlo da violação dos direitos humanos são do Zimbabwe e do seu povo”, afirmou Destro.

O ponto principal das sanções é fazer com que as pessoas se movam na direção certa”, acrescentou.

As novas medidas restritivas a Ncube e Sanyatwe foram anunciadas quarta-feira pelo Departamento de Controlo de Ativos Estrangeiros do Departamento do Tesouro dos EUA (OFAC).

Líderes políticos e militares no Zimbabwe têm usado repetidamente a violência para silenciar a dissidência política e protestos pacíficos“, referiu o vice-secretário do Tesouro Justin G. Muzinich em comunicado.

Muzinich disse que o governo Trump responsabilizará as elites corruptas do Zimbabwe pelo seu governo repressivo e violento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Banco de Moçambique cancela registo de 15 operadores de microcrédito

Banco de Moçambique cancela registo de 15 operadores de microcrédito

O Banco de Moçambique decidiu cancelar o registo de 15 operadores de microcrédito. Estes passam a estar assim proibidos de…
Cabo Verde e Suíça decidem facilitar vistos de curta duração

Cabo Verde e Suíça decidem facilitar vistos de curta duração

Cabo Verde e Suíça acordaram que vão facilitar a emissão de vistos de curta duração, divulgou o Ministério dos Negócios…
Timor-Leste: Debate de candidatos presidenciais adiado para 15 de março

Timor-Leste: Debate de candidatos presidenciais adiado para 15 de março

O Vice-Presidente da Comissão Nacional de Eleições (CNE), Domingos Barreto, informou que o debate público dos candidatos à Presidência da…
Moçambique: Maleiane ocupa cargo de primeiro-ministro

Moçambique: Maleiane ocupa cargo de primeiro-ministro

O chefe de Estado moçambicano, Filipe Nyusi, confere posse a Adriano Maleiane nesta sexta-feira, 04 de março. O ex-ministro da…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin