Zimbabwe: Mnangagwa insta consultores a “cumprir ou renunciar” os cargos

O presidente Emmerson Mnangagwa  instou os membros do Comité Consultivo Presidencial (PAC) a renunciarem aos seus cargos de conselheiros se não forem capazes de manter a confidencialidade.

As declarações do Chefe de Estado foram feitas após a notícia de que alguns membros do PAC divulgaram informações internas e confidenciais ao Daily News sobre as discussões que ocorreram no comité.

George Charamba, porta-voz do presidente Mnangagwa, confirmou o ocorrido dizendo que o presidente não está satisfeito com a atitude dos seus conselheiros. “Eles foram incumbidos de serem conselheiros do presidente, não conselheiros do público. Terão que fazer uma escolha. Realmente foi-lhes indicado que se não cumprirem terão que renunciar. Mas não chegaremos a isso porque o que aconteceu poderá ter sido apenas uma atitude irrefletida que dominou alguns deles. Não acho que isso seja comum a todos os membros do PAC”, disse Charamba.

O Presidente Mnangagwa e a sua equipa estão sob imensa pressão para recuperar o país dos problemas económicos predominantes.

Segundo a ex-conselheira de Mnangagwa, Petina Gappah, a transformação no Zimbabwe estava a ser sufocada pela incompetência, burocracia, falta de agentes de mudança suficientes e medo de mudar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Banco de Portugal fala de poucos oligarcas russos visados pelas sanções

Banco de Portugal fala de poucos oligarcas russos visados pelas sanções

O Banco de Portugal (BdP) instruiu os bancos para congelarem as contas de oligarcas russos, no âmbito das sanções aplicadas…
Moçambique: Deslocados autorizados a regressar a Mocímboa da Praia

Moçambique: Deslocados autorizados a regressar a Mocímboa da Praia

A Secretaria Distrital de Mocímboa da Praia, vila moçambicana da província de Cabo Delgado, informou as autoridades do distrito de Palma…
Guiné-Bissau satisfeita com a visita do primeiro-ministro português António Costa

Guiné-Bissau satisfeita com a visita do primeiro-ministro português António Costa

“A visita do primeiro-ministro [português] deixou os guineenses contentes. Portugal é um país irmão e não um amigo da Guiné-Bissau”,…
Ucrânia: Lviv não consegue acolher mais refugiados

Ucrânia: Lviv não consegue acolher mais refugiados

O presidente da Câmara de Lviv, Andriy Sadoviy, informou à “Reuters” que a cidade esgotou a sua capacidade para acolher…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin