África Subsaariana

Zimbabwe: Robert Mugabe não deixou testamento

O testamento do ex-presidente Robert Mugabe não foi encontrado de acordo com a família do falecido Chefe de Estado. O fato levou o Supremo Tribunal a convocar uma reunião esta semana para nomear um executor.

Mugabe morreu em Singapura no dia 6 de setembro, após uma batalha de 13 anos contra o cancro de próstata.

A filha de Mugabe, Bona, notificou o Supremo Tribuna em 21 de outubro que o seu pai tinha 10 milhões de dólares numa conta CBZ Nostro e as seguintes propriedades imóveis e móveis:

– Residência no número 129 da Forbes Road, Waterfalls

– Villa número 65 Gunhill

– Número 27 Quorn Avenue Mt Pleasant

– Lote GB Helensvale e lote 1 da subdivisão B do subgrupo G de Helensvale

– Propriedade Highfield

– Terreno agrícola Zvimba (cerca de 5 acres)

– Casa rural em Zvimba (um hectare)

– Pomar de Zvimba (cerca de cinco acres)

– 10 carros

Grace Mugabe foi referida como a única esposa sobrevivente, enquanto Bona, Robert, Bellarmine e Russel Goreraza foram referidos como filhos sobreviventes de Mugabe.

De acordo com especialistas em direito, se o falecido não tiver deixado testamento, o juiz do Supremo Tribunal convocaria uma reunião para que os familiares nomeassem um executor.

O património do falecido é distribuído aos beneficiários, que incluem filhos e cônjuges sobreviventes num casamento civil monogâmico ou cônjuges sobreviventes se se  encontrava num casamento polígamo de acordo com a lei. Na falta de testamento, parentes e irmãos não têm direito legal às propriedades, a menos que o falecido não tenha cônjuge ou filhos sobreviventes.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo