2021 começa com crescimento recorde de energia limpa nos EUA

O Clean Power Quarterly Market Report, divulgado na semana passada pela American Clean Power Association (ACP), mostra que os EUA instalaram quase 40 por cento mais energia eólica nos primeiros três meses de 2021 do que nos primeiros três meses de 2020, o mais forte ano de sempre para energia limpa.

Esta quantidade de desenvolvimento também representa quase três vezes a quantidade de energia eólica adicionada à rede dos EUA no primeiro trimestre de 2019. O armazenamento de energia e energia solar em escala de utilidade também teve bons primeiros trimestres, mantendo o ritmo ou excedendo os níveis históricos.

“Esses números somam uma palavra: momentum. Já estamos a ultrapassar o ritmo do ano anterior para energia limpa ”, disse Heather Zichal, CEO da ACP. “Esta tendência ainda vai crescer quando estiver mais alinhada com a política inteligente de Washington.”

Treze novos projetos eólicos, 15 projetos solares em escala de utilidade e 2 projetos de armazenamento de energia tornaram-se operacionais durante o primeiro trimestre, disse ACP. Os cinco principais estados para adições no primeiro trimestre incluem Texas (791 MW), Oklahoma (555 MW), Califórnia (519 MW), Dakota do Sul (462 MW) e Dakota do Norte (299 MW).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Ucrânia: Presidente assina pedido de adesão à União Europeia

Ucrânia: Presidente assina pedido de adesão à União Europeia

O Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, assinou nesta segunda-feira, 28 de fevereiro, o pedido formal de adesão à União Europeia…
Ucrânia: Ataque russo em Kharkiv causa 11 mortes

Ucrânia: Ataque russo em Kharkiv causa 11 mortes

O Governo ucraniano afirmou nesta segunda-feira, 28 de fevereiro, que morreram 11 pessoas e centenas ficaram feridas durante um ataque russo…
Angola: Cidadãos angolanos fogem da Ucrânia

Angola: Cidadãos angolanos fogem da Ucrânia

A maioria dos angolanos que viviam em Kharkiv, segunda maior cidade da Ucrânia, decidiu abandonar o local no sábado, 26…
Guerra na Ucrânia causa 422 mil refugiados

Guerra na Ucrânia causa 422 mil refugiados

O Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) partilhou nesta segunda-feira, 28 de fevereiro, que já são mais…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin