Acusado de narcotráfico, EUA impõem sanções ao vice-presidente venezuelano

Os bens do vice-presidente venezuelano, Tareck El Aissami, foram congelados nos EUA, uma medida sancionatória confirmada pelo Departamento do Tesouro norte-americano.

El Aissami, apontado como potencial sucessor de Nicolás Maduro, é acusado pelos EUA de ter desempenhado um papel ativo com redes de narcotráfico internacional. Também, um “sócio” do vice-presidente, Samark Jose Lopez Bello, é citado na mesma investigação como “testa de ferro” ou presumível responsável no apoio financeiro e logístico às atividades de Tareck El Aissami.

Os procuradores norte-americanos suspeitam que Tareck El Aissami terá ajudado no transporte de drogas provenientes da Venezuela. Segundo elementos da investigação o atual vice-presidente, quando ocupava funções como ministro do Interior, terá prestado apoio a narcotraficantes colombianos no envio de cocaína para a Europa, México e EUA através dos portos venezuelanos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Angola mantém aposta na diplomacia económica

Angola mantém aposta na diplomacia económica

O ministro das Relações Exteriores de Angola, Téte António, reiterou a aposta do Governo na promoção da diplomacia económica. O…
Investigadora do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra ganha pela segunda vez concurso ERC

Investigadora do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra ganha pela segunda vez concurso ERC

A Investigadora Principal do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra (CES-UC), Ana Cristina Santos, acaba de ganhar um…
Cabo Verde: PR propõe fundos para autonomia dos municípios

Cabo Verde: PR propõe fundos para autonomia dos municípios

O Presidente da República de Cabo Verde, José Maria Neves, propõe a criação de um Fundo de Desenvolvimento Local e…
Timor-Leste: Representante da CPLP apela à participação nas presidenciais

Timor-Leste: Representante da CPLP apela à participação nas presidenciais

O chefe da missão de observação da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) às eleições presidenciais em Timor-Leste, o…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin