América do Norte | Ásia | Crise | Médio Oriente | Segurança

EUA e Rússia retomam conversações sobre a Síria

Os Estados Unidos e a Rússia retomaram as conversações sobre a Síria. O ministro dos Negócios Estrangeiros russo, Sergey Lavrov, anunciou ontem, quarta-feira, o encontro com o homólogo norte-americano, John Kerry, e representantes de potências regionais, no próximo sábado em Lausanne, na Suíça.

Segundo declarações de Lavrov à CNN, as discussões incluirão a Turquia, a Arábia Saudita e talvez o Qatar.

Este encontro é o primeiro desde que Washington congelou as conversações bilaterais sobre o cessar-fogo, tendo os EUA ressalvado que se trata de uma reunião entre representantes de vários países e não de um diálogo bilateral com a Rússia.

“Trabalhamos através de uma série de canais diplomáticos na tentativa de reduzir a violência na Síria. E isso necessariamente vai incluir alguma participação russa”, disse o porta-voz da Casa Branca, Josh Earnest. “Mas está fora de questão uma tentativa de fechar um acordo que poderia gerar, por fim, uma cooperação militar com a Rússia. A Rússia perdeu a credibilidade para isso.”, frisou o representante.

A reunião de sábado ocorre num contexto de tensão entre Rússia e países do Ocidente com o fracasso do recente cessar-fogo e depois de Moscovo ter vetado no último sábado, no Conselho de Segurança da ONU, um projeto francês e espanhol que propunha tréguas e a suspensão dos bombardeamentos em Alepo.

O Secretário de Estado norte-americano, John Kerry, pediu na semana passada que Rússia e Síria sejam investigadas por crimes de guerra. “A Rússia e o regime sírio devem ao mundo mais que uma explicação sobre os motivos pelos quais continuam a atacar hospitais, instalações médicas, crianças e mulheres”, disse.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo