EUA: Planos climáticos de Biden reduziriam as emissões em 1 bilião de toneladas, segundo estudo

O Grupo Rhodium estima que as políticas iniciais delineadas nos planos climáticos da administração Biden, embora sujeitas a alterações, seriam equivalentes à remoção das emissões anuais de todos os veículos leves na América. Ou seja, as iniciativas climáticas exclusivas do presidente Biden reduziriam as emissões de gases de efeito estufa em quase um billião de toneladas em 2030.

O Grupo Rhodium analisou várias das provisões mais significativas dentro do pacote de infraestrutura bipartidária de 1 trillão de dólares e o plano “Build Back Better” dentro do projeto de reconciliação orçamentária de 3,5 triliões de dólares, que ainda estão em tramitação no Congresso dos Estados Unidos.

O relatório conclui que as propostas – créditos tributários de energia limpa de longo prazo, um Programa de Desempenho de Eletricidade Limpa, financiamento para cooperativas de eletricidade rurais para descarbonização, novos créditos tributários de veículos elétricos, taxas sobre emissões de metano e aumento de financiamento para programas agrícolas e florestais para alcançar a remoção de carbono – pode cortar as emissões dos EUA em 830-936 milhões de toneladas em 2030 em comparação com a política atual.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

Militantes e delegados dos partidos MPLA (Angola), FRELIMO (Moçambique), ANC (África do Sul) e SWAPO (Namíbia) terminam neste sábado, 26…
Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

O presidente da Comissão de Administração Pública e Poder Local da Assembleia da República de Moçambique, Francisco Mucanheia, chefiou um…
Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

O Ministério das Finanças de Timor-Leste informou, através de um documento, que a construção do Porto de Tíbar chegou a 72%…
Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin