EUA querem Rússia suspensa do Conselho de Direitos Humanos da ONU

A embaixadora dos Estados Unidos da América (EUA) na Organização das Nações Unidas (ONU), Linda Thomas-Greenfield, usou a rede social Twitter para manifestar o desejo do país de ver a Rússia suspensa do Conselho de Direitos Humanos da ONU. 

“Não podemos permitir que participe do Conselho de Direitos Humanos da ONU um estado-membro que está a minar todos os princípios que são importantes para nós”, escreveu. 

A diplomata dirigiu-se assim aos 140 países que “já votaram para condenar” a invasão russa da Ucrânia, iniciada a 24 de fevereiro. Thomas-Greenfield frisou que “as imagens de Bucha e a devastação em toda a Ucrânia obrigam-nos a falar agora”

“Em estreita coordenação com a Ucrânia e outros estados-membros e parceiros da ONU, os Estados Unidos trabalharão para suspender a Rússia do Conselho de Direitos Humanos da ONU”, acrescentou. 

“A Rússia não pode usar o seu assento no Conselho como uma ferramenta de propaganda para sugerir que tem uma preocupação legítima com os direitos humanos”, prosseguiu a embaixadora. 

Bucha está a ser o tema principal da atualidade, uma vez que dezenas de civis foram encontrados mortos nesta cidade ucraniana. As autoridades da Ucrânia e os seus aliados acusaram os soldados russos de terem cometido esses crimes, que já foram negados por Moscovo, falando este de uma encenação de Kiev.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: FDS acusadas de matar pescadores em Palma

Moçambique: FDS acusadas de matar pescadores em Palma

Elementos das Forças de Defesa e Segurança (FDS) de Moçambique estão a ser acusados de terem assassinado dois pescadores em…
Moçambique: Nampula já tem Unidade de Enchimento de Gás de cozinha

Moçambique: Nampula já tem Unidade de Enchimento de Gás de cozinha

A província de Nampula, norte de Moçambique, conta desde sábado (2), com uma Unidade de Enchimento de Gás de cozinha.…
Rússia e Bielorrússia têm financiamento suspenso pelo BERD

Rússia e Bielorrússia têm financiamento suspenso pelo BERD

O Banco Europeu para a Reconstrução e Desenvolvimento (BERD) anunciou nesta segunda-feira, 04 de abril, que suspendeu com efeitos imediatos…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin