América do Norte | Ásia | Segurança

EUA: Trump anuncia retirada dos EUA de tratado sobre armas nucleares com a Rússia

O Presidente dos EUA, Donald Trump, anunciou a retirada do país do acordo nuclear com a Rússia, assinado em 1987 pelos então presidentes norte-americano e soviético, Ronald Reagan e Mikhaïl Gorbachov, respetivamente. Ao anunciar a medida, Trump justificou acusando Moscovo de violar o acordo “há muitos anos”.

“A Rússia não respeitou o tratado. Então, vamos pôr fim ao acordo e desenvolver as armas”, afirmou Donald Trump, citado pela Agência France Presse, depois de um comício em Elko, no estado do Nevada, referindo-se ao tratado de Forças Nucleares de Alcance Intermédio (INF, sigla em inglês).

A  administração norte-americana protesta contra a implantação por Moscovo do sistema de mísseis 9M729, cujo alcance, de acordo com Washington, ultrapassa os 500 quilómetros, o que constitui uma violação do tratado INF.

O tratado assinado pelos dois países em 1987, ao abolir o uso de uma série de mísseis de alcance entre os 500 e os cinco mil quilómetros, pôs fim à crise desencadeada na década de 1980 com a implantação dos SS-20 soviéticos visando capitais ocidentais.

Reagindo ao anúncio, o vice-ministro dos Negócios Estrangeiros da Rússia classificou a medida como “um passo perigoso”. Também o  último dirigente soviético, Mikhail Gorbachev, criticou a “falta de sabedoria” de Donald Trump .

“Washington não entende ao que isso pode levar?”, questionou o ex-líder soviético, apelando a “todos os que apreciam um mundo sem armas nucleares” a convencerem Washington a reconsiderar a sua decisão e “preservar a vida” na Terra.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo