Israel aplaude a saída dos EUA do Conselho dos Direitos Humanos da ONU

Israel aplaudiu o anúncio dos EUA, feito na terça-feira, sobre a saída do país do Conselho dos Direitos Humanos da ONU.

«Israel agradece ao presidente Trump, ao secretário de Estado, Mike Pompeo e à embaixadora dos EUA na ONU, Nikki Haley, pela sua corajosa decisão contra a hipocrisia e as mentiras do chamado Conselho de Direitos Humanos da ONU», refere um comunicado do primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, divulgado na quarta-feira.

“Ao longo dos anos, o Conselho dos Direitos Humanos provou ser uma organização anti-Israel, hostil, que traiu a sua missão de defender os direitos do homem”, refere o comunicado.

No anúncio de retirada do Conselho, Haley destacou que a decisão foi tomada após um ano de esforços para uma reforma com o objetivo de afastar os Estados-membros que cometem abusos.

“Durante muito tempo, o Conselho de Direitos Humanos foi um protetor dos violadores dos direitos humanos e uma latrina de preconceitos políticos. Lamentavelmente, agora está claro que nosso pedido de reformas não foi ouvido”.

Desde a chegada de Donald Trump à Casa Branca, os EUA já se retiraram da Unesco, já cortaram fundos para órgãos da ONU, já anunciaram a retirada do acordo de Paris sobre o clima e do acordo nuclear com o Irão e agora saem do Conselho dos Direitos Humanos da ONU.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Cabo Verde tem mais de nove mil idosos a sofrer pobreza extrema

Cabo Verde tem mais de nove mil idosos a sofrer pobreza extrema

Os dados do Cadastro Social Único (CSU), divulgados pela Secretária de Estado para a Inclusão Social, Lídia Lima, indicam que…
Angola: BNA reduz taxa de juro base

Angola: BNA reduz taxa de juro base

O Comité de Política Monetária do Banco Nacional de Angola (BNA) reduziu a taxa de juro base em 0,5%. Esta passou…
ONU avisa sobre risco de conflito e mais pobreza no Afeganistão

ONU avisa sobre risco de conflito e mais pobreza no Afeganistão

O representante especial adjunto do secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU) para o Afeganistão, Markus Potzel, afirmou que a…
NATO considera anexação de territórios "a mais séria escalada" da guerra

NATO considera anexação de territórios "a mais séria escalada" da guerra

O secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, afirmou nesta sexta-feira, 30 de setembro, que a anexação dos territórios ucranianos à Rússia representa…