América do Norte | Ásia | Crise | Segurança

Marinha dos EUA ameaça retaliar após ataque dos rebeldes houthis ao USS Mason

US Navy photo by Mass Communication Specialist 2nd Class Jason M. Tross

Pela segunda vez em quatro dias, o contra-torpedeoro norte-americano USS Mason, foi ontem alvo de um ataque de mísseis a partir do território controlado pelos rebeldes houthis no Yémen.

“Não houve danos ao navio ou à sua tripulação … [o] USS Mason continuará as suas operações e aqueles que ameaçam as nossas forças devem saber que os comandantes norte-americanos mantêm o direito de defender os seus navios e, por isso, vamos responder a esta ameaça no momento oportuno e de forma apropriada”, diz um comunicado do Departamento de Defesa dos EUA.

No último domingo ocorreu um ataque similar, também fracassado, que o porta-voz do Pentágono, Capitão Jess Davis, comentou: “Qualquer um que ataque os navios da Marinha dos EUA que operam em águas internacionais, o faz por sua própria conta e risco.”

Os rebeldes xiitas houthis controlam a capital Sana e contam com o apoio do Irão no conflito que mantém com os sunitas iemenitas apoiados pela Arábia Saudita, que por sua vez conta com o apoio velado dos EUA.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo