Pentágono alerta que Daesh do Afeganistão pode atacar os EUA

O Pentágono dos Estados Unidos da América (EUA) alertou que o Daesh do Afeganistão poderá ter capacidade para atacar os EUA dentro de “seis a 12 meses”, algo que planeia fazer. O aviso foi dado ao Senado pelo subsecretário de Defesa norte-americano, Colin Kahl, nesta terça-feira, 26 de outubro. 

Segundo Kahl, o grupo terrorista mencionado é uma ameaça. Neste âmbito, espera que os talibãs se esforcem para combater este tipo de inimigos declarados e, assim, travarem igualmente um possível ataque aos EUA. 

Além da fação afegã do grupo terrorista Daesh, conhecida por ISIS-K, os serviços secretos norte-americanos estão preocupados com o Estado Islâmico e com a Al-Qaeda. Isto porque esses grupos podem criar condições para levar a cabo ataques externos dentro de cerca de um ano, declararam, não sabendo se será possível aos talibãs travá-los

Estes são dados recolhidos pelos serviços secretos norte-americanos e partilhados por Colin Kahl, membro do Pentágono no Congresso citado pelo jornal “The Guardian”. O ISIS-K poderá alcançar a capacidade de realizar ataques entre seis a 12 meses e a Al-Qaeda em um ou dois anos.  

Vai ser difícil para os EUA combater ou interferir nas células terroristas sem ter tropas no terreno, uma vez que que abandonaram o Afeganistão em agosto de 2021. Por sua vez, os talibãs rejeitaram no início deste mês de outubro qualquer ajuda dada aos EUA e, ao contrário da rivalidade com o ISIS-K, chegaram a proteger no passado membros da Al-Qaeda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

Militantes e delegados dos partidos MPLA (Angola), FRELIMO (Moçambique), ANC (África do Sul) e SWAPO (Namíbia) terminam neste sábado, 26…
Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

O presidente da Comissão de Administração Pública e Poder Local da Assembleia da República de Moçambique, Francisco Mucanheia, chefiou um…
Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

O Ministério das Finanças de Timor-Leste informou, através de um documento, que a construção do Porto de Tíbar chegou a 72%…
Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin