América do Norte | América Latina

Venezuela apresenta queixa dos EUA e Colômbia no TPI

A Venezuela denunciará os governos dos presidentes da Colômbia, Iván Duque e dos Estados Unidos, Donald Trump, respetivamente, perante o Tribunal Penal Internacional (TPI), anunciou na terça-feira o ministro dos Negócios Estrangeiros da Venezuela, Jorge Arreaza.

Segundo Arreaza, os dois governos devem ser investigados por crimes contra a humanidade e a sua responsabilidade nas medidas coercivas impostas contra a nação, que comprometem a estabilidade dos venezuelanos.

Desta forma, Arreaza reage às declarações de Duque na sua reunião com o presidente dos EUA em Washington. Numa reunião de trabalho, o presidente colombiano disse que “é importante impor sanções mais fortes à Venezuela“.

O ministro venezuelano acrescentou que “o vice-presidente Ivan Duque, em visita desesperada a Washington, não encontra como explicar por que não cumpre com a diminuição dos cultivos ilegais“.

Arreaza declarou que o presidente da Colômbia implora por um acordo de livre comércio com os Estados Unidos e “mente para ganhar pontos com seu ‘Patrump‘ (patrão Trump)”.

Este pedido vergonhoso de ‘sanções mais fortes’ que Iván Duque faz a Trump será levado ao Tribunal Penal Internacional para investigar a responsabilidade criminal desses personagens no sofrimento que essas medidas causam ao povo venezuelano“, disse Arreaza.

Desde fevereiro passado, o oficial venezuelano solicitou formalmente o início de uma investigação sobre crimes contra a humanidade, derivados de medidas unilaterais impostas pelo governo dos Estados Unidos contra a Venezuela.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo