América Latina

Bolívia vai pôr militares nas fronteiras com o Brasil devido ao aumento de violência

O governo boliviano anunciou que vai militarizar a localidade de San Matías, no leste do país e na fronteira com o Brasil, devido à escalada de violência nos últimos meses – informou o ministro da Defesa, Reymi Ferreira.

A onda de violência estará ligada a acertos de contas do narcotráfico.

“O presidente autorizou as Forças Armadas a (realizar) a militarização de San Matías em apoio à Polícia Nacional”, declarou o ministro à imprensa.

Ao todo, 200 militares vão reforçar a segurança em San Matías.

“O efetivo militar estará subordinado à ação da Polícia, que é quem tem competência. Nós intervimos como reforço, por ser uma zona fronteiriça e uma zona muito perigosa por contrabando, narcotráfico, tráfico de mulheres e contrabando de madeira, que ocorre na área”, detalhou o ministro da Defesa.

Nos últimos meses, registou-se uma série de assassinatos em San Matías. O último foi o assassinato de uma funcionária do Escritório de Emigração, quando celebrava o Natal em casa.

O ministro disse que a medida terá caráter temporário.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo