América Latina | Ásia | Economia

China e Venezuela vão promover acordos de cooperação

A China e a Venezuela vão implementar novos acordos de cooperação assinados durante uma visita a Pequim do Chefe de Estado venezuelano, Nicolas Maduro, neste mês, informou o presidente do principal grupo de petróleo e gás da China, CNPC, durante uma visita à Venezuela.

Zhang Jianhua, presidente da CNPC, visitou a Venezuela entre 19 e 20 de setembro, apenas uma semana depois da visita de Maduro à China, onde tentou convencer Pequim a conceder novos empréstimos.

Zhang participou de uma cerimónia de teste do projeto MPE3, no qual a CNPC investiu, no complexo José Industrial, na cidade de Barcelona, informou a CNPC. O MPE3 tem capacidade de produção de 165.000 barris por dia de petróleo.

Zhang encontrou-se com o vice-presidente venezuelano, Delcy Rodriguez, e com o ministro das Finanças, Simon Zerpa, e trocou opiniões sobre como levar a cooperação energética a um nível mais alto, disse a CNPC, sem fornecer mais detalhes.

Durante mais de uma década, a China injetou mais de 50 mil milhões de dólares na Venezuela através de acordos de petróleo para empréstimos que ajudaram Pequim a assegurar o abastecimento de energia, enquanto reforçava um aliado na América Latina, que se opõe a Washington.

CNPC é um grande investidor na exploração de petróleo e gás na Venezuela.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo