CAR08 CARACAS (VENEZUELA), 05/07/2011.- Aspecto del desfile militar con motivo de la conmemoración del bicentenario de la Independencia de Venezuela hoy, martes 5 de julio de 2011, en Caracas (Venezuela). La Fuerza Armada Nacional Bolivariana (FANB) exhibió el poderío militar venezolano en el desfile con material bélico recientemente adquirido a Rusia y China principalmente. EFE/ David Fernández

Colômbia denuncia “violação territorial” pelas forças militares venezuelanas

Em comunicado divulgado pelo Ministério dos Negócios Estrangeiros, o governo da Colômbia denunciou uma “violação do território nacional” por membros da Guarda Nacional Bolivariana (GNB). Na “nota de protesto”  detalha que esse tipo de ação política e militar está a “violar a soberania nacional”.

Recorde-se que, na madrugada de segunda-feira, 5 de novembro, três membros da GNB perderam a vida, e foi lançada uma operação especial em busca dos culpados, alegados “grupos terroristas colombianos”, na fronteira com esse país.

De referir que a Colômbia apresentou em setembro uma nota de protesto pela incursão de tropas da Guarda Nacional da Venezuela, que detiveram três cidadãos no departamento de Vichada. Em agosto, também tinha protestado contra o sobrevoo de helicópteros e o desembarque de militares dentro de suas fronteiras. O governo de Caracas negou os atos de violação territorial denunciados pela Colômbia.

Segundo Bogotá, as incursões militares venezuelanas em território colombiano aumentaram nos últimos anos, num clima de tensão nas relações diplomáticas entre os países, que compartilham uma fronteira terrestre de 2.219 quilómetros, onde há muito contrabando e tráfico de drogas.

O governo de Caracas não respondeu ao pedido de comentários da Reuters sobre a nova queixa da Colômbia.

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

Guiné-Bissau: Governo extingue feriados nacionais e é acusado de violar a lei e a história

Guiné-Bissau: Governo extingue feriados nacionais e é acusado de violar a lei e a história

O Governo guineense através do Decreto nº 1/2023 de 19 de Janeiro determinou que 23 de Janeiro, outrora dia dos…
Moçambique: MONARUMO defende isenção do IVA para água e energia

Moçambique: MONARUMO defende isenção do IVA para água e energia

O Movimento Nacional para Recuperação da Unidade Moçambicana (MONARUMO) comentou a recente diminuição do Imposto sobre o Valor Acrescentado (IVA),…
Angola garante usar 77% de energia renovável até 2027

Angola garante usar 77% de energia renovável até 2027

O chefe de Estado angolano, João Lourenço, assumiu o compromisso de o país usar 77% de energia renovável até 2027. …
Cabo Verde: Turismo e privatizações financiam fundo contra pobreza extrema

Cabo Verde: Turismo e privatizações financiam fundo contra pobreza extrema

O turismo e privatizações em Cabo Verde decidiram financiar o fundo MAIS, definido pelo Governo e criado com o objetivo…