Perú: Rutura de oleoduto na Amazónia provoca desastre ambiental

O Perú está em situação de emergência após a contaminação de dois rios da bacia amazónica, o rio Chiriaco e o rio Morona, devido à rutura de um oleoduto que atravessa a região nordeste do país.

A contaminação levou ao corte do abastecimento de água às populações desta região. O Ministério da Saúde declarou já o estado de emergência devido à falta de água potável em cinco distritos e há pelo menos oito aldeias indígenas sob ameaça.

De acordo com a empresa estatal Petroperu, proprietária do oleoduto, registaram-se duas ruturas, uma em janeiro e outra no início de fevereiro. Segundo o presidente da Petroperu, Velasquez, a primeira ruptura parece ter sido causada por um deslizamento de terras. A causa da segunda rutura não foi ainda apurada.

A empresa afirmou ainda que vai levar “algum tempo” até que a situação normalize, pois os trabalhos de reparação do oleoduto têm sido prejudicados pela chuva torrencial que impede a consolidação das paredes do mesmo.

A agência ambiental do Perú, (OEFA) disse que o oleoduto da Petroperu precisava de manutenção e reparos. “É importante notar que os derrames não são casos isolados. Emergências similares surgiram como resultado de deficiências estruturais em algumas secções do oleoduto”, disse o órgão ambiental em comunicado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: INSS forma quadros em matéria de aposentação obrigatória

Moçambique: INSS forma quadros em matéria de aposentação obrigatória

Mais de 40 técnicos, afetos nas diferentes áreas e unidades orgânicas do Instituto Nacional de Segurança Social (INSS), iniciaram, esta…
Brasil: bloqueio da aplicação Telegram 

Brasil: bloqueio da aplicação Telegram 

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes revogou neste domingo (20) a decisão, assinada por ele mesmo…
Moçambique: Chuvas intensas "desligam" o país ao longo da estrada EN1

Moçambique: Chuvas intensas "desligam" o país ao longo da estrada EN1

Desde o sábado passado, Moçambique está dividido, em resultado do arrastamento pelas águas das chuvas, de duas pontes ao longo…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin