Exército venezuelano reafirma apoio “incondicional” a Nicolas Maduro

Na véspera da realização da “mãe de todas as manifestações”, tal como designa a oposição venezuelana, Nicolas Maduro recebeu esta segunda-feira o apoio “incondicional” das forças armadas venezuelanas.

“As forças nacionais bolivarianas (…) ratificam a sua lealdade incondicional ao senhor presidente”, declarou o ministro da Defesa, Vladimir Padrino Lopez, perante milhares de membros da milícia civil concentrados em frente ao palácio presidencial de Miraflores em Caracas.

Com a manifestação do apoio “incondicional”, Vladimir Padrino Lopez pretende travar os rumores de divisões no seio da família bolivariana de Maduro, resultado das severas criticas formuladas pelo Procurador-Geral.

As forças armadas venezuelanas, com 165.000 homens e 25.000 reservistas, são um actor fundamental para a manutenção do poder na Venezuela, por esse motivo, dos 32 ministérios, 11 são chefiados por militares ou antigos militares. São também os militares venezuelanos que controlam a produção e distribuição dos alimentos de primeira necessidade.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Maláui: Brigada Anticorrupção manda prender oito funcionários da Migração por suspeita de corrupção 

Maláui: Brigada Anticorrupção manda prender oito funcionários da Migração por suspeita de corrupção 

Oito funcionários do Departamento da Migração de Lilongue e mais dois civis foram, esta quinta-feira (11), detidos por suspeita de…
Portugal: Aposta na inovação no setor agroindustrial marcou celebração de 15 anos da InovCluster em Castelo Branco

Portugal: Aposta na inovação no setor agroindustrial marcou celebração de 15 anos da InovCluster em Castelo Branco

A InovCluster – Associação do Cluster Agroindustrial do Centro, uma das mais destacadas instituições no setor, localizada em Castelo Branco,…
Guiné-Bissau: Nabiam acusa Sissoco de pretender eliminar líderes políticos guineenses

Guiné-Bissau: Nabiam acusa Sissoco de pretender eliminar líderes políticos guineenses

O antigo Primeiro-ministro e líder da APU-PDGB, Nuno Gomes Nabiam, acusou, esta quinta-feira, 11 de Julho, o Presidente da República…
Moçambique: Actividade Económica continuou fechada na vila de Macomia enquanto FADM justifica a razão da morte de um comerciante local 

Moçambique: Actividade Económica continuou fechada na vila de Macomia enquanto FADM justifica a razão da morte de um comerciante local 

Na terça-feira (9) a vila de Macomia, centro de Cabo Delgado, ficou agitada na sequência de uma manifestação da população…