FMI: Migração venezuelana aumentará o crescimento dos países receptores

O êxodo de milhões de venezuelanos gerará um aumento entre 0,1 e 0,3 pontos percentuais do PIB dos países receptores no período 2017-2030, segundo especialistas do Fundo Monetário Internacional (FMI).

“Com o tempo, o crescimento do PIB deverá aumentar à medida que o tamanho e as capacidades da força de trabalho se expandirem, já que muitos migrantes venezuelanos têm níveis relativamente altos de educação e competências”, explicaram quinta-feira numa publicação do FM,I Emilio Fernández Corugedo e Jaime Guajardo.

Segundo a ONU, cerca de 4,5 milhões de venezuelanos fugiram da crise política e económica do seu país, em 80% dos casos indo para países da América Latina, número que pode chegar a 6,5 milhões em 2020.

“Levando em consideração a idade, número e nível de qualificação dos migrantes, além do fato de a maioria deles ocupar empregos pouco qualificados no setor informal, estima-se que a migração de venezuelanos aumente o crescimento do PIB nos países receptores entre 0,1 e 0,3 pontos percentuais entre 2017-2030 ”, afirmou.

O FMI estimou nas suas previsões de outubro que a crise continue na Venezuela. O Fundo projeta uma contração da economia de 35% em 2019 e 10% em 2020.

O principal destino dos migrantes é a Colômbia, com 1,4 milhão de migrantes venezuelanos no seu território, Peru (860.000) e Equador (330.000), juntamente com Chile (371.000) e Brasil (212.000), segundo a ONU.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Rússia recusa discutir segurança nuclear em Chernobyl

Rússia recusa discutir segurança nuclear em Chernobyl

A Rússia rejeitou nesta segunda-feira, 07 de março, a proposta da Agência Internacional de Energia Atómica (AIEA) para uma reunião…
Moçambique: INSS apela a contribuintes da empresa Dougongo Cimentos a aderir ao uso do sistema on-line

Moçambique: INSS apela a contribuintes da empresa Dougongo Cimentos a aderir ao uso do sistema on-line

A brigada da Delegação distrital do Instituto Nacional de Segurança Social (INSS) de Matutuine, na província de Maputo, deslocou-se, na…
Cabo Verde: Walter Barros luta contra a criminalidade com o projeto “Believe”

Cabo Verde: Walter Barros luta contra a criminalidade com o projeto “Believe”

O projeto “Believe”, foi criado dentro da cadeia de são Martinho pelo Walter Barros, em novembro de 2017 depois de…
Guiné Equatorial acolhe delegação da CPLP

Guiné Equatorial acolhe delegação da CPLP

Uma delegação da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) aterra na Guiné Equatorial esta segunda-feira, 07 de março, segundo…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin