Paraguai não reconhece Venezuela na presidência do Mercosul

O Paraguai não aceita a “auto proclamação” da Venezuela como o país que detém a presidência temporária do Mercosul, afirmou o ministro das Relações Exteriores paraguaio, Eladio Loizaga.

“A presidência de seis meses do Mercosul deve ir rodando por ordem alfabética. O Uruguai comunicou-nos que já não está à frente da união e a Venezuela auto proclamou a sua independência”, disse o ministro durante entrevista coletiva. Loizaga afirmou que a passagem de comando no bloco, porém, “deve fazer-se por consenso dos cinco membros, com a presença dos mandatários”.

A autoridade paraguaia disse que nesta semana se reunirão diplomatas de Argentina, Brasil e Paraguai para analisar a situação “porque, evidentemente, há uma lacuna jurídica: a Venezuela auto proclama-se e essa figura não existe nos regulamentos”. Loizaga reiterou que a Venezuela não respeita o sistema democrático “ao não reconhecer à oposição o seu direito à crítica”.

O presidente paraguaio, Horacio Cartes, referiu-se à Venezuela numa mensagem ao Congresso. “Quando os direitos humanos e as liberdades fundamentais não são respeitados, como ocorre neste momento na Venezuela, não podemos permanecer em silêncio”, afirmou Cartes.

A Venezuela, por sua vez, apresentou uma ação contra o Paraguai na Câmara de Comércio Internacional de Paris, na qual reclama o pagamento de 265 milhões de dólares, acumulados desde 2006 pelo fornecimento de combustível. O governo paraguaio anunciou que se defenderá na câmara, mas não se pronunciou especificamente sobre a dívida reivindicada por Caracas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Portugal regista mais 3.194 infetados por covid-19 e ultrapassa os 900 mil casos desde o início da pandemia

Portugal regista mais 3.194 infetados por covid-19 e ultrapassa os 900 mil casos desde o início da pandemia

O boletim epidemiológico, divulgado pela Direção Geral da Saúde esta sexta feira, refere que o número de casos confirmados de…
Presidente da Guiné-Bissau pede melhor tratamento para guineenses em Cabo Verde

Presidente da Guiné-Bissau pede melhor tratamento para guineenses em Cabo Verde

O chefe de Estado da Guiné-Bissau, Umaro Sissoco Embaló, considerou “inaceitável” que houvesse rumores de guineenses barrados à entrada dos aeroportos em Cabo Verde, país onde se…
Timor-Leste: Dirigentes querem demissão de vice-primeira-ministra

Timor-Leste: Dirigentes querem demissão de vice-primeira-ministra

Dirigentes políticos timorenses defenderam nesta sexta-feira, 09 de julho, que a vice-primeira-ministra, Armanda Berta dos Santos, deveria demitir-se por motivos de “ética política”.  A…
Guiné Equatorial: Governo debate crise do setor agropecuário

Guiné Equatorial: Governo debate crise do setor agropecuário

O Vice-Presidente da República da Guiné Equatorial, Teodoro Nguema Obiang Mangue, instruiu o Ministério da Agricultura, Florestas e Meio Ambiente para que apresentasse urgentemente um plano…
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin