América Latina | Crise

Venezuela: Alta comissária da ONU para Direitos Humanos inicia visita ao país

A alta comissária da ONU para os Direitos Humanos, Michelle Bachelet, inicia esta quarta-feira, 19 de junho uma visita a Caracas, que deverá prolongar-se até dia 21. A ex-presidente do Chile vai se encontrar, separadamente, com Nicolás Maduro e com o autoproclamado presidente interino, Juan Guaidó.

Segundo informação avançada pelo gabinete de Michelle Bachelet ,a alta comissária também tem agendados encontros com o presidente do Supremo Tribunal de Justiça e o líder da Assembleia Constituinte (apoiado por Maduro), além de membros da Assembleia Nacional, de que Juan Guaidó, opositor de Maduro, é o Presidente.

De acordo com o gabinete da alta comissária, Bachelet procurará ainda encontrar-se com “vítimas de violações de direitos humanos e de abusos”, sem dar mais pormenores sobre o roteiro da sua viagem.

A deslocação à Venezuela da alta comissária tem vindo a ser planeada há vários meses. A libertação de presos políticos por parte do governo Maduro teria sido essencial para que a ONU confirmasse a visita.

Segundo a organização de direitos humanos Foro Penal, mais de 2 mil pessoas foram detidas por razões políticas na Venezuela desde o começo do ano e quase 900 permanecem presas.

A Venezuela enfrenta uma crise económica e social sem precedentes que se agravou quando a 23 de janeiro deste ano, Juan Guaidó se auto-proclamou presidente interino do país e foi reconhecido por mais de 50 nações.

 

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo